quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

A SÍNDROME DA SERPENTE


A VOZ DA SERPENTE:

A síndrome da serpente vem causando estragos desde o Jardim do Éden com o mesmo estigma. A sua tática é tirar o homem e a mulher do paraíso usando os mesmos ardilosos artifícios que usou com Eva e Adão: Ouvir; ver; pegar; consumir  (consumar) e com isto pecar, desobedecendo a Deus.


Quantas vezes não ouvimos a voz da serpente dizendo: “Isto não vai te fazer mal nenhum”; “Deus não vai se importar”; “Deus não quer o teu corpo, ele quer o teu coração”; “Não seja bobo (a), aproveite a vida que é curta e passageira”; o que é bonito é pra ser mostrado”; “Tu pode fazer, ninguém está vendo”; (...).
Diz um adágio popular que “A insistência é a alma do negócio”. A pessoa de tanto ser bombardeada com propagandas maléficas, por não vigiar, acaba caindo no laço da serpente.

O culto a sexualidade e a sedução propagada, já não poupam nem as crianças no vestir, no consumir, pois, já na sua tenra idade, estas inconformidades vêm deformando o seu caráter, burlando a sua inocência.
Na medida que o subconsciente vai sendo trabalhado subliminarmente, o aporte ao erro é uma questão de tempos. Porquanto, é a voz da serpente falando e nós ouvindo; é o seu dedo mostrando e nós consumindo.

Uma coisinha só não faz mal, e o pouco de fermento já levedou toda a massa (I Cor. 5:6). Neste  ínterim o  paradoxo do Éden é real, é atual, em que furtivamente ela vai depositando a sua semente maligna, para nos tirar a virtude, desobedecendo as coisas que são de Deus; e com isso nos tirar a fé, separando-nos do paraíso.
As coisas do mundo são como belas maçãs a vislumbrar os olhos dos incautos que seduzidos as consomem, pois, são doces ao paladar, mas, amargas ao ventre.

"Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo."  (I João 2 : 16)

O mundo e os seus frutos (tentações) jazem no maligno, onde Satanás, o senhor deste século, nem mesmo ao Senhor Jesus deixou de tentar (Mateus 4:1-10).


Ele está livre a rodear a terra (Jó 1:7) procurando alguém a quem possa tragar; ele tem acesso a Deus, acusando os escolhidos do Senhor (Jó 1:9-11).

"Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar;" (I Pedro 5:8)

Sedem sóbrios; fiquem lúcidos, não vos embriaguem com as coisas do mundo. Vigiem, pois Satanás vos oferece com uma mão e com a outra já o está acusando diante de  Deus.

Comente: