terça-feira, 6 de março de 2012

AS EVIDÊNCIAS FÍSICAS DOS PATRIARCAS E MATRIARCAS DA BÍBLIA

A historicidade Bíblica é algo inconteste a qual os detratores de seu enunciado encontram uma sólida barreira na sua inglória luta. O que a arqueologia vem trazendo ao lume e, os túmulos ainda preservados de seus personagens, fazem da Bíblia o Livro dos livros. Até podem renegá-la deixando-a ao esmo, mas, desmerece-la  no seu conteúdo e essência, isto jamais.

Suas substanciais narrativas fazem do  Santo Livro a principal ferramenta de estudo e pesquisa no desterro das grandes descobertas na Terra Santa. Por mais que atravesse os séculos, ela nunca envelhece, pois, seus preceitos são vivos, atuais e atuantes.

O presente artigo, não objetiva cultuar e nem idolatrar os heróis da fé que dedicaram as suas vidas a servir Aquele que vive e reina para todo o sempre; mas, dar subsídios FÍSICOS VISUAIS  a muitos que ainda não estão informados de suas  reais existências.

O Deus de Abraão, Isaque e Jacó; o grande Jeová nos diz que: "Não é homem para que minta e nem filho do homem para que se arrependa". Com estas primícias, através da historiologia Sacro Santa, é que apresentamos pelos seus textos o seu indelével registro:


REGISTRO WIKIPÉDIA DE ABRAÃO:
O Islão também considera a existência e a relevância de Abraão (com o nome de Ibrahim) como sendo o ancestral dos Árabes, através de Ishmael. A data de 1812 é por vezes apontada. A tradição judaica também aponta que o patriarca teria vivido entre 1812 a.C e 1637 a.C (175 anos). O Judaísmo, o Cristianismo e o Islão são por vezes agrupados sob a designação de "religiões abraâmicas", numa referência à sua suposta descendência comum de Abraão. Há registros que apontam para o seu nascimento em 2116 a.C..

SARA:
1  E FOI a vida de Sara cento e vinte e sete anos; estes foram os anos da vida de Sara.
2  E morreu Sara em Quiriate-Arba, que é Hebrom, na terra de Canaã; e veio Abraão lamentar Sara e chorar por ela.
3  Depois se levantou Abraão de diante de sua morta, e falou aos filhos de Hete, dizendo:
4  Estrangeiro e peregrino sou entre vós; dai-me possessão de sepultura convosco, para que eu sepulte a minha morta de diante da minha face.

(...) Vide na Bíblia os demais versículos  do 5 ao 18 desta interessante narrativa.

19  E depois sepultou Abraão a Sara sua mulher na cova do campo de Macpela, em frente de Manre, que é Hebrom, na terra de Canaã.
20  Assim o campo e a cova que nele estava foram confirmados a Abraão, pelos filhos de Hete, em possessão de sepultura. (Gênesis 23)

ABRAÃO:
7  Estes, pois, são os dias dos anos da vida de Abraão, que viveu cento e setenta e cinco anos.
8  E Abraão expirou, morrendo em boa velhice, velho e farto de dias; e foi congregado ao seu povo;
9  E Isaque e Ismael, seus filhos, sepultaram-no na cova de Macpela, no campo de Efrom, filho de Zoar, heteu, que estava em frente de Manre,
10  O campo que Abraão comprara aos filhos de Hete. Ali está sepultado Abraão e Sara, sua mulher. (Gênesis 25)

ISAQUE, REBECA E JACÓ:

28  Todas estas são as doze tribos de Israel; e isto é o que lhes falou seu pai quando os abençoou; a cada um deles abençoou segundo a sua bênção.

29  Depois ordenou-lhes, e disse-lhes: Eu me congrego ao meu povo; sepultai-me com meus pais, na cova que está no campo de Efrom, o heteu,

30  Na cova que está no campo de Macpela, que está em frente de Manre, na terra de Canaã, a qual Abraão comprou com aquele campo de Efrom, o heteu, por herança de sepultura.

31  Ali sepultaram a Abraão e a Sara sua mulher; ali sepultaram a Isaque e a Rebeca sua mulher; e ali eu sepultei a Lia.

32  O campo e a cova que está nele, foram comprados aos filhos de Hete.

33  Acabando, pois, Jacó de dar instruções a seus filhos, encolheu os pés na cama, e expirou, e foi congregado ao seu povo. (Gênesis 49) 


SEUS TÚMULOS:



REGISTRO WIKIPÉDIA DO REI DAVI:
O célebre arqueólogo americano Edwin Thiele estabeleceu sua data de nascimento por volta de 1040 a.C., e sua morte em 970 a.C., tendo reinado sobre Judá de 1010 a 1003 a.C., e sobre o reino unificado de Israel de 1003 a 970 a.C.[1] Os livros bíblicos de SamuelI Reis e I Crônicas são a única fonte de informação disponível sobre sua vida e seu reinado, embora a estela de Tel Dan registre a existência, em meados do século IX a.C., de uma dinastia real judaica chamada de "Casa de David".


O TÚMULO DO REI DAVI EM JERUSALÉM:
10  E Davi dormiu com seus pais, e foi sepultado na cidade de Davi.

11  E foram os dias que Davi reinou sobre Israel quarenta anos: sete anos reinou em Hebrom, e em Jerusalém reinou trinta e três anos. (I Reis 2)



Comente enquanto ainda é dia; divulgue e não se cale, para que muitos possam ater-se a veracidade bíblica.