quarta-feira, 19 de setembro de 2012

JESUS CRISTO, UM ILUSTRE DESCONHECIDO


NOS ANAIS DA HISTÓRIA MUNDIAL estão os registros de grandes homens e mulheres que fizeram a diferença a seu tempo. Seus nomes estão registrados em velhos e empoeirados livros nas bibliotecas da vida. Suas memórias estão muitas vezes esquecidas na imensidão do tempo, mas os seus feitos são lembradas quando esporadicamente  algum acontecimento de ocasião (anual) lhes é favorável ou nas matérias obrigatórias dos seculares estabelecimentos de ensino.


ENTRETANTO, por incrível que se pareça, e talvez um paradoxo sem igual no mundo acontece com o mais ilustre de todos os homens da face do céu e da terra: "O Senhor Jesus Cristo de Nazaré é o Homem mais falado no mundo, no entanto é um ilustre desconhecido". 

A SUA BIOGRAFIA nos seus efeitos excede a compreensão humana; extrapola as páginas de um livro e, adentra aos mistérios inexplicáveis e invioláveis do Deus Altíssimo.  

CONHECÊ-LO, implica muito mais do que o reles saber humano; do que toda ciência biológica e a sua natureza ou até mesmo as exequíveis genealogias. Porque, pelas Escrituras assim o diz que:

"NO princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.  Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.  Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens" (João 1: 1-4).

Pela ação do Verbo, pela Sua Palavra tudo se fez do que há nos céus e na terra. Ele não tem princípio de dias; Ele O é de eternidade em eternidade.

O PAI por amor a nós enviara o seu único Filho para  remir os nossos pecados e com isso dar-nos a possibilidade de vida eterna, redimindo-nos junto a Deus (João 3:16). 

No entanto, a Palavra Divina diz que ELE: "Estava no mundo, e o mundo foi feito por Ele, e o mundo NÃO O CONHECEU" (João 1:10). Porquanto, já naqueles dias "O" ERA UM ILUSTRE DESCONHECIDO

Porquanto, "NÃO O TENDO CONHECIDO", lhe desprezaram, não "O TENDO RECEBIDO", perderam a oportunidade impar de compartilhar COM O MAIOR BEM DOS CÉUS E DA TERRA; com o MESSIAS, com o redentor do povo escolhido e da humanidade: 


POIS, ELE:  "Veio para o que era seu, e os seus NÃO O RECEBERAM" (João 1:11)

PARA VERDADEIRAMENTE O RECEBER, PRECISAMOS O CONHECER
Como receberemos aquele a quem não o conhecemos? - Muitos O "conhecem" nos dias de hoje de ouvir falar; outros para lhes pedir bens materiais e saúde.

Porém, não muitos O CONHECEM E O RECEBEM porque creem Nele; para verdadeiramente amá-lo e reverenciá-lo na beleza de Sua Santidade. Não muitos "O' reconhecem na sua principal dádiva e virtude, que é propiciar-nos através da Sua Pessoa a vida eterna, fazendo-nos, filhos e filhas de Deus.

"Mas, a todos quantos O RECEBERAM, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que CRÊEM NO SEU NOME"; (João 1:12).

O SENHOR JESUS UM DESCONHECIDO ÁS VEZES PARA OS SEUS PRÓPRIOS DISCÍPULOS
O título o qual ilustra o post fala de um CONHECIMENTO DA MISSÃO ESPIRITUAL alicerçado em ter a FÉ uníssona NO SEU NOME, pelas coisas que são de Deus. O crêr sem restrição sempre foi um obstáculo severo que impede o cristão a ter o verdadeiro conhecimento do Senhor Jesus, como se segue nos textos bíblicos abaixo:

"Se vós me CONHECÊSSEIS a mim, também CONHECERÍEIS a meu Pai; e já desde agora o CONHECEIS, e o tendes visto.  Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta. Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai? -   Não CRÊS tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras. (João 14:7-10)

OS SEUS DISCIPULOS NA TEMPESTADE NO MAR DA GALILEIA
"E aqueles homens se maravilharam (DE JESUS), dizendo: QUE HOMEM É ESTE, que até os ventos e o mar lhe obedecem?"  (Mateus 8 : 27)


A MULHER SAMARITANA NO POÇO DE JACÓ
Jesus respondeu, e disse-lhe: Se tu CONHECERAS o dom de Deus, E QUEM É O QUE TE DIZ: Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva. (João 4:10)

Denota-se pelos contextos acima que não havia uma crença absoluta e irrestrita na divindade do Senhor Jesus Cristo. Bem como  na Sua missão terrena de resgatar a humanidade perdida pelo pecado original.  Com isso, a cegueira espiritual naquela ocasião os impedia de CONHECÊ-LO verdadeiramente.


UM DESCONHECIDO PARA MUITOS TAMBÉM NOS DIAS DE HOJE
O Escriturado profético de Isaías 29, na sua longa abordagem engloba os tempos antigos aos dias de hoje, onde sempre foi o lado herético humano nas suas ideologias,  interagindo em depreciação da vontade divina para satisfazer a vontade humana. O que da mesma forma  vem impedir um relacionamento pleno com o Senhor Jesus e o SEU CONHECIMENTO:


Porque o Senhor disse: Pois que este povo se aproxima de mim, e com a sua boca, e com os seus lábios me honra, mas o seu coração se afasta para longe de mim e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens, em que foi instruído; (Isaías 29:13)


COMO POSSO EU CONHECER VERDADEIRAMENTE AO SENHOR JESUS CRISTO?
Para conhecê-lo verdadeiramente implica em O receber e com isso O segui-lo. E para segui-lo tem-se que negar-se a si mesmo (Marcos 8:34) e acreditar somente Nele. Porquanto, a maior dificuldade reside NO NEGAR-NOS A NÓS MESMOS para O seguir e ser partícipe do Seu reino.

O CONHECIMENTO DA VERDADE:
Só o conhecimento do Senhor Jesus Cristo na sua verdade pode tornar-nos livres dos nossos erros, capacitando-nos a vida eterna. Porquanto, a verdade liberta é porque a mentira prende.

"E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará."  (João 8 : 32)


Se verdadeiramente conhecermos o Senhor Jesus Cristo seremos libertos de tudo aquilo que nos prende para nos distanciar Dele, e sim nos aproximarmos mais para termos comunhão com ELE.


"Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres."  (João 8 : 36)