terça-feira, 30 de outubro de 2012

A CORPOLATRIA


Nunca se falou e se preocupou tanto com o corpo como nos dias atuais. É comum ouvirmos anúncios de uma nova academia de ginástica, de uma nova forma de dieta, de uma nova técnica de autoconhecimento e outras práticas de saúde alternativa, em síntese, vivemos nos últimos anos a redescoberta do prazer, voltando nossas atenções ao nosso próprio corpo. Essa valorização do prazer individualizante se estrutura em UM VERDADEIRO CULTO AO CORPO, EM ANALOGIA A UMA RELIGIÃO, assistimos hoje ao surgimento de novo universo: a corpolatria.  

CODO, W.; SENNE, W. O que é corpo(latria). Coleção
Primeiros Passos. Brasiliense, 1985 (adaptado).


AS DOENÇAS DA VAIDADE


A sociedade tem assistido ao surgimento de uma série de distúrbios ligados à imagem do corpo - a anorexia e a bulimia são os dois mais conhecidos exemplos desse problema. O que médicos e pesquisadores vêm apontando agora é o crescimento da vigorexia, distúrbio que tem como principal sintoma a valorização excessiva do corpo e uma busca incessante por um corpo magro e musculoso. Embora esse  tipo de distúrbio seja mais comum entre os homens, as mulheres também fazem parte do time e cada vez mais lotam as academias de ginástica, lugar preferido dos vigoréxicos. Aliás, um dos principais sintomas do problema é a presença constante em academias, por horas a fio.


A vigorexia  pode causar um forte desgaste orgânico e mental, provocando insônia, desinteresse sexual, fraqueza, cansaço, além de problemas ósseos e nas articulações. Outro problema que se segue com a vigorexia é o uso de anabolizantes e esteroides, que facilitam a obtenção de resultados imediatos, mas podem causar danos irreparáveis à saúde, com maior risco de doenças cardiovasculares, disfunções sexuais e câncer na próstata.

Jornal Geral
Revista Planeta, Maio 2007
www.revistaplaneta.com.br


Como vemos nestas  matérias que tudo tem o seu preço determinado, e que a cultura do corpo (corpolatria), adoração ao corpo; "PRESTAR CULTO AO CORPO", também irá trazer malefícios incalculáveis tanto para o corpo físico, quanto para o corpo espiritual como veremos a seguir.


DOIS MUNDOS DIFERENTES
Há um contraste delineando o ser e o não ser belo. São dois mundos diversos dos que curtem e cultuam o corpo, tornando-os atrativos e aconchegantes aos anseios e prazeres proporcionado por eles, diferindo dos que dele não o fazem como uma mostra primária em suas vidas.

Porquanto, há os que vivem para o corpo e do corpo sobrevivem. Na linguagem figurada e transliterada para o espiritual diz-se: que são os que vivem para carne e da carne sobrevivem. Estes, figuradamente segundo os fundamentos bíblicos não lograrão o êxito de tornarem-se criaturas espirituais.

CRIATURAS DIFERENTES
Como tudo na vida tem um biotipo, uma receita ou até mesmo um modelo para ser seguido. Para sermos criaturas espirituais; cidadão (ã) do céu também não o é diferente: se cultuamos o corpo, perdemos o Espírito; se cultuarmos o Espírito, negamos o corpo, pois não há como aderir a um e a outro como vemos em Romanos 12:1-2.


"ROGO-VOS, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que "É O VOSSO CULTO RACIONAL". E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus".

A palavra divina disse-nos que SERIAM TRABALHOSOS E DIFÍCEIS OS ÚLTIMOS DIAS porque haveria homens AMANTES DE SI MESMOS (II Timóteo 3:1-2), pois é PELA VAIDADE que nos individualizamos, amando em demasia a nós mesmos, querendo ser o que NÃO SOMOS, e com isso criamos um culto ao nosso corpo.

Os que cultuam o corpo, pela vaidade do corpo segundo a bíblia perecerão, pois não estarão na boa e perfeita vontade de Deus. Não podemos nos conformar com as atrações  que as belezas do corpo podem cooptar. Porquanto, ele deve ser deixado (coberto) como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus para sejamos partícipes do seu reino.

Certamente pelos olhos na mostragem dos atrativos da carne vem a concupiscência dos olhos, e com ela a iniquidade. Porque, uma coisa leva a outra.

"Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida (vaidade), não é do Pai, mas do mundo."  (I João 2 : 16) 

Que neste pequeno post possamos dar crédito a palavra divina e com isso resgatarmos muitas queridas e preciosas almas para o Senhor Jesus Cristo.