domingo, 14 de outubro de 2012

SERÁ QUE ÀS MUITAS LETRAS NOS FAZEM DELIRAR?



"A ACUSAÇÃO DO GOVERNADOR  ROMANO FESTO AO APÓSTOLO PAULO"

"E, dizendo ele isto em sua defesa, disse Festo em alta voz: Estás louco, Paulo; as muitas letras te fazem delirar."  (Atos 26 : 24)

Os que amam as Sagradas Escrituras e a sua mensagem da cruz, são chamados de loucos, porque, a palavra da cruz é loucura para aqueles que perecem (I Coríntios 1:18).

Comumente vemos desventurados comentários atacando inconsequentemente o estudo teológico como se ele fosse uma louca heresia contaminando o Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo. Então, quais seriam os seus conceitos para que nunca mais se fale algo indevido sobre ela?

CONCEITO WIKIPEDIA
Teologia (do grego θεóς, transl. theos = "divindade" + λóγος, logos = "palavra", por extensão, "estudo, análise, consideração, questionamento sobre alguma coisa ou algo"), no sentido literal, é o estudo sobre a divindade.

Teologia cristã pode ser definida como as verdades fundamentais da Bíblia e de outras fontes reconhecidas como divinamente inspiradas apresentadas de forma sistemática; ou ainda, a filosofia que trata do nosso conhecimento de Deus e do relacionamento do Deus Altíssimo com o homem, compreendendo assim tudo quanto se relaciona a Deus, a Bíblia e os propósitos divinos.

Encontra-se expressa, basicamente, em quatro grandes seções: teologia sistemática, teologia bíblica/teologia exegética, teologia prática e teologia histórica. Os teólogos cristãos usam da exegese bíblica, a análise racional e argumentos para entender, explicar, testar, criticar e defender o Cristianismo.

A teologia também pode ser utilizada para atestar a veracidade do cristianismo, fazer comparações entre ela e outras tradições ou religiões, defender de críticos, corroborar qualquer reforma cristã, propagar o cristianismo, ou uma variedade de outras razões. A teologia cristã foi de grande influência na Europa ocidental, especialmente na Europa pré-moderna.


QUESTIONAMENTOS
Será que o: Antes crescei na graça e no conhecimento (I Pedro 3:18) é uma mera colocação de ocasião no Escriturado Bíblico? - Que.os ditos pelo Senhor Jesus Cristo de no: Examinais as Escrituras se julgais ter nelas a vida eterna, porque são elas que de mim testificam (João 5:39); que: Errais por não conheceis às Escrituras e nem o poder de Deus (Mateus 22:29); e por fim desta colocação no dito pelo Senhor na boca do profeta Oséías (4:6): O meu povo foi destruído porque lhe faltou conhecimento, SÃO SÓ FIGURAS TEXTUAIS E SEM CONTEXTO BÍBLICO?


Até já ouvimos comentários afirmativos que a letra mata, mas o Espírito vivifica, como se fosse a letra o estudo teológico e não a letra da lei.

O verdadeiro significado do que seria teologia para muitos soa como uma palavra que deve ser pronunciada entre os dentes como se fosse uma maldição e não uma benção. Mal sabem estes infortunados comentaristas que o verdadeiro estudo teológico é para formar discípulos e discípulas conhecedores e atuantes nas coisas que são de Deus; que é para que se tenha o temor e a reverencia como princípio e fim da sabedoria a Aquele que vive e reina para todo o sempre; que é para que se conheça aquilo que vem do homem (ideologia, heresia) diferindo das coisas que são de Deus (teologia).

FALSOS DOUTORES
Certo está que há falsos doutores (FALSOS teólogos) buscando o lhe é próprio, dissolvendo a verdade em mentira, e não firmados na verdade das coisas que são de Deus. No entanto Deus os julgará.
  

SERÁ QUE NÓS SABERÍAMOS TANTAS COISAS EM TÃO POUCO TEMPO SEM O ESTUDO TEOLÓGICO:

-Que O EVANGELHO não é usado para julgar o próximo e sim amá-los como a nós, e que com isso JAMAIS DEVEMOS USAR OS PÚLPITOS ou outros lugares para falar mal deles?
-Que sem A PAZ COM TODOS, e sem SANTIDADE jamais veremos a Deus?
-Que o AMOR é a mola mestra que impulsiona e divulga o evangelho?
-Que há UM CÓDIGO DE POSTURA entre o ofertante no altar (pregador) e a noiva do cordeiro?
-Que NÃO SE DEVE TIRAR e NEM ACRESCENTAR NADA às Sagradas Escrituras?
-Que NÃO VIVEMOS MAIS NÓS, mas, que é Cristo é o que vive em nós?
-Que temos que OLHAR SÓ PARA JESUS que é o autor e consumador de nossa fé?
-Que temos que CRESCER em ambos os sentidos, tanto na GRAÇA quanto no CONHECIMENTO?
-Que a VONTADE DIVINA é para ser OBEDECIDA tanto na terra como nos céus.
-Que a PALAVRA DIVINA é a nossa única regra de fé e prática?
-Que (...?).

PARA QUE NÃO É O ESTUDO TEOLÓGICO?
O estudo teológico não é direcionado para uma determinada placa de religião, mas na inteireza dos seus enunciados para todas as religiões que professam o nome do Senhor Jesus Cristo; que não é só para agradar a mim com meias verdades; que não é para mim me ensoberbecer contra o próximo; (...)

PARA QUE SERVE O ESTUDO TEOLÓGICO?
Para que possa crescer no conhecimento do Senhor e com isso crescer mais ainda em graça ao Senhor; para que possa levar o evangelho como ele é a toda a criatura; para aprender a guardar todas as coisas que Ele nos tem ensinado; para ganhar almas para o seu reino; e como agrupando todas as coisas no dito pelo Apóstolo São Paulo em II Timóteo 3:16-17 dizendo que:

"Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra".

E QUEM NÃO TEM O ESTUDO DO CONHECIMENTO (TEOLOGIA) E SÓ A GRAÇA?
Conhecemos pessoas que não possuem o estudo teológico, e até que aprenderam a ler na Bíblia Sagrada, pois o seu grau de estudo não alcança a matricula para, mas, que estas pessoas são uma benção nas mãos do Senhor, pois é Ele o que capacita a todos nós. Porquanto, são pessoas humildes, já providas da graça do Senhor, e para eles lhe é revelada a Sua palavra no conhecimento, como também aos que estudam teologia nas suas verdades.

Outrossim, são pessoas que não julgam; não entram em contenda e nem dissolvem a palavra divina, mas são cheios da graça do Senhor, que dá gosto ouvi-los pregando na sua simplicidade, cheios do poder e da unção divina como o evangelho do Senhor Jesus Cristo o é.

Quanto aos outros, Deus é quem os julgará!



Comente, deixe a sua opinião embasada.