quarta-feira, 21 de novembro de 2012

PORQUE POR MIM E PARA MIM SÃO TODAS AS COISAS

Vivemos em um mundo do individualismo proeminente onde as coisas são disputadas palmo a palmo em um busca desenfreada do ter para ser.

Desde o nascedouro já há uma disputa do melhor bebê; do melhor peso; do mais bonito; do mais inteligente e dai em diante o melhor aluno, o mais dinâmico, do campeão, etc...

A propaganda oferece os melhores carros, aviões, motos e assemelhados; o vestuário, os cosméticos, alimentações e afins. O mundo gira em torno dos desejos que alimentam o ego do ter a qualidade para ser a personagem.

A vitrine do ego propaga que por mim e para mim são todas as coisas, no tudo está ao meu alcance do ser eu e não nós somos.

O individualismo entra em litigio com o coletivismo gerando o desamor ao próximo. Os valores físicos/materiais excedem os sentimentais/espirituais, onde eu amo a mim mesmo e o resto é o resto.

OS SINTOMAS "ÚLTIMOS DIAS" PREVISTOS PELA BÍBLIA SAGRADA:
"Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos,"  (II Timóteo 3 : 2).

O amor desproporcional a si próprio gera a egocentricidade, e com ela a iniquidade. Com isso colateralmente o produto disto tudo é o desamor ao próximo:

Disse Jesus Cristo: "E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará."  (Mateus 24 : 12).

A perda da sensibilidade de amar ao próximo está arraigada na individualidade, onde não se sentirá pena, dó, compaixão pelo necessitado, pois estará firmada no amor a si mesma, amante de si mesmo; vaidoso (a).

A RECIPROCIDADE PARA A COLETIVIDADE
Só o amor ao próximo gera comunidade, coletividade, pacificidade e reciprocidade. Fora disso é individualidade, e isto por sua vez nos condena a estar fora da eternidade com o Senhor Jesus Cristo, PORQUE:

"Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém."  (Romanos 11 : 36)

"Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis."  (João 13 : 34)

Quem ama a seu próximo, a Deus também ama.