sexta-feira, 23 de novembro de 2012

UMA ESTRADA PARA O ALÉM DA VIDA


Quem não lembra na sua juventude das frases de efeito escritas em singelos bilhetes, enviadas as paixões de época? - Frases como esta: "Se viver é amar, vivo porque te amo", a qual certa vez inspirado como se fosse um grande poeta a completei com: "E viverei além da vida, pois te amo além do amor".

As paixões infanto juvenil se foram, mas a frase atravessou as décadas e hoje vem aportar neste post como um réquiem de um passado, o qual hoje é bem presente:

Se estou vivo, é porque Deus amou-me primeiro, e viverei além da vida terrena pois "O" amo além do amor.  Só o amor verdadeiro a Deus pode exceder ao mundo físico\material e adentrar as mansões celestiais pelo mundo espiritual em vida eterna, como bem versa nas palavras do Senhor Jesus Cristo:

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna."  (João 3 : 16).


AQUELA MERA FRASE EM QUESTÃO: "Se viver é amar, vivo porque te amo. E viverei além da vida, pois te amo além do amor", de uma certa forma naqueles dias, prefaciava entre linhas o plano divino da salvação com o nosso adendo,  sem que soubéssemos.

O amor divino excede o entendimento humano e se transforma em uma promessa de vida eterna com o Senhor Jesus Cristo, bastando que só Nele creia com o amor de todo o nosso coração.

A excelência do amor a Deus e ao nosso próximo projetou-se como se fosse em um outdoor numa estrada imaginária entre ás nações unindo a terra com os céus, assim delineadas em I Coríntios 13:


1  AINDA que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
2  E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
3  E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
4  O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
5  Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
6  Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
7  Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
8 O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
9  Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
10  Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
11  Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
12  Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.

13  Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.


A DIREÇÃO A QUEM DEVEMOS AMAR:
36  Mestre, qual é o grande mandamento na lei?
37  E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento.
38  Este é o primeiro e grande mandamento.

39  E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.
40  Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas (Mateus 22).

Das memórias do passado, trouxemos neste simples artigo (post) algo para meditarmos sobre o quanto estamos verdadeiramente amando a Deus e ao nosso próximo, no intento de alertar o nosso querido leitor sobre a excelsa importância do amor para nossas vidas eternas com o Senhor Jesus Cristo.

Que o Soberano Deus Pai vos abençoe e guarde no Filho amado em vida eterna.