quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

A VONTADE DE DEUS QUEM É QUE QUER FAZER?

Certo dia deslocava-nos de uma localidade para outra quando o irmão condutor do veículo começou a glorificar a Deus. A temperatura da glorificação foi subindo até que o Senhor começou a usar o vaso em sérias admoestações elucidativas:

"Porque todos procuram e buscam as suas vantagens? - Porque todos querem fazer a sua vontade e não a minha?"

Naquele momento o silêncio foi constrangedor e o mea-culpa estacionou em cada um de nós adequadamente.

QUESTIONAMENTOS
Quem não quer fazer às coisas segundo às suas vantagens, segundo ás suas benesses? - Para mim (nós) o melhor é isso ou aquilo. Ninguém (nós) genéricamente, procura em todos os sentidos fazer a vontade de Deus.

Quem é que verdadeiramente pergunta ao Senhor: "O que queres que eu lhe faça?" - Quem é que diz nas diversas situações apresentadas: "Eis-me aqui Senhor, usa-me a mim?" ou faça-se segundo a sua vontade?

A resposta seria desnecessária pois a própria palavra divina assim o diz:

"Como está escrito: Não há um justo, nem um sequer." (Romanos 3:10)

Injustamente renegamos ao Senhor, e a sua vontade, em favor da nossa vontade. Não negamos a nós mesmos, preferindo seguir nossa vontade pessoal (identidade), do nosso jeito, do que fazermos a vontade de Deus, assumindo a identidade de cristãos verdadeiros (seguidores de Cristo).

A DIFICULDADE DE FAZER A VONTADE DE DEUS
Reside no mundo das aparências do: "Eu sou assim, nasci assim e não mudo"; "Se fulano (a) de tal faz, eu também posso fazer, eu também posso ser."

A rebeldia estacionada na vontade humana deprecia boa intenção de aproximar-mos do Senhor Jesus. O Maria vai com às outras é o parâmetro mais usado no mundo cristão. O "Eu sou, mais quem não é?" de um antigo quadro humorístico bem define a situação constituida.

No entanto, na contra-mão do supracitado está as prerrogativas incontestes do verdadeiro cristão assim delineadas pelo Senhor Jesus Cristo:

"E chamando a si a multidão, com os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me."  (Marcos 8 : 34)

O LIVRE ARBÍTRIO
Do "Se alguém quiser..." identifica a condição do "SE" sim ou "SE" não implica em posicionar-se a favor ou contra. O certo é que não existe a condição do mais ou menos; do morno ou a do "um pé lá e o outro cá"; ou é ou não é?

O caminho do meio não agrada a Deus e a Sua Palavra de Mateus 6:24, "Ningém pode servir a dois senhores, pois há de agradar a um e desagradar o outro (...)."

A PORTA LARGA É BEM AO GOSTO DE CADA UM
No entanto, há um descompromisso  com a verdade, pois se a fosse verdadeiramente divulgada, perderiam os seus fiéis.

O venha como está e fique como quer, é bem ao gosto do cliente. O que interessa são os números e não a salvação das almas no Senhor Jesus Cristo.

O ser peregrino nesta terra soa como uma utopia, e o arrebatamento da igreja pelo Senhor Jesus, onde Ele virá buscar um povo seu zeloso e de boas obras, é uma mera quimera dos contos de fada.

 "O qual se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniqüidade, e purificar para si um povo seu especial, zeloso de boas obras."  (Tito 2 : 14).

O CAMINHO É ESTREITO
Pregar que o caminho é estreito dito pelo Senhor Jesus Cristo, bem como do que "Nem todo o que diz Senhor, Senhor, entrará no reino dos céus, mas AQUELE QUE FAZ A VONTADE DE DEUS, não dá ibope, fama ou dinheiro.

Desconhecer a legetimidade AMPLAMENTE ESCRITURADA DA PALAVRA DIVINA, levará milhares de vidas a condenação eterna, e a constar no, "O meu povo foi destruído, porque lhe faltou conhecimento (Oséias 4:6). Porquanto, não estar de acordo com a palavra de Deus, mas sim pela vontade dos homens, premedita um pérfido fim, porque:

"Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela;"  (Mateus 7 : 13)

"E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem."  (Mateus 7 : 14)

"Porfiai por entrar pela porta estreita; porque eu vos digo que muitos procurarão entrar, e não poderão."  (Lucas 13 : 24)

"Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus."  (Mateus 7 : 21)

PORQUE TODOS QUEREM FAZER A SUA VONTADE E NÃO A MINHA?
Da pergunta exponenciada matematicamente pelo Senhor naquele dia, sobra uma contra- pergunta: "Se  o Senhor Jesus nos diz que ao CONHECERMOS A VERDADE, A VERDADE NOS LIBERTARIA, porque, ainda estamos presos a inverdades?

Será que verdadeiramente ainda não somos livres, se ainda não estamos libertos das coisas do mundo, é por que verdadeiramente estamos presos a nós mesmos em nossas vaidades?

PORQUE está Escrito que: "E se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres."

CONCLUSÃO:

9  Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome;
 
10  Venha o teu reino, SEJA FEITA A TUA VONTADE, assim na terra como no céu;
 
11  O pão nosso de cada dia nos dá hoje;
12  E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;
 
13  E não nos induzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém. (Mateus 6)
 
Ao Pai no Filho seja dada toda a honra e a glória para todo o sempre, amém.