domingo, 28 de julho de 2013

A CRUZ VERGADA

Ao longo dos séculos os ciclos involutivos permearam as supostas novas visões para um velho evangelho.

As últimas ditas novas visões como a Teologia da Libertação e o evangelho humanista da Prosperidade reverberaram nas benesses materialistas para a satisfação pessoal e momentânea.

Os atrativos aludem ao engodo do bom vivam, que é a isca certa para o momento incerto. Como dizem: "Para se pegar um bom peixe, nada melhor do que uma boa isca".

Novas visões sempre foram os atrativos daqueles que não querem pagar o preço pelo produto, mas querem usufruir dos benefícios dele.

Os atalhos e os meios termos corroboram com a velha propaganda da "Lei de Gérson". Outrossim, quem não lembra do velho trocadilho televisivo do : "Eu sou, mas quem não é?".

Maquiar a maçã desperta o consumo, mesmo que o seu sabor não seja o requerido no seu teor e na sua essência.

NÃO HÁ EVANGELHO SEM CRUZ
O apóstolo Paulo escrevendo aos Gálatas veio admoestar ao povo cristão que não há um outro evangelho diferente daquele professado pelo Senhor Jesus Cristo:

"Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema (maldito)."  (Gálatas 1 : 8)

"Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema."  (Gálatas 1 : 9)

Doutra feita escrevendo aos Coríntios a palavra é a mesma:

"Porque, se alguém for pregar-vos outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, com razão o sofrereis."  (II Coríntios 11 : 4)

Como bem vemos no decorrer dos séculos sempre ouve arautos de uma nova visão, fazendo discípulos, e encaminhando sofredores vilipendiados em seus valores, sejam eles espirituais ou até mesmo materiais.

Não há evangelho sem cruz, nem vitória sem luta. O evangelho é para transformar o homem carnal e materialista em um homem espiritual, amoroso com o seu próximo e com o seu Deus.

AS CAUSAS SOCIAIS E AS BENESSES MATERIAIS
Estão inter-relacionadas com o BUSCAR ANTES as coisas do reino dos céus e a sua justiça e AS DEMAIS COISAS vos serão acrescentadas.

Nada pode ser diferente do evangelho de Paulo, Pedro, (...), no qual o Senhor Jesus Cristo passa a régua e despacha o pacote: "Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes e vos será feito (João 15:7).

Podemos até ter a nossa ideologia, mas de maneira nenhuma encaixa-se nela a perfeita loggia divina.

A CRUZ VERGADA
Queremos tirar tantas coisas da cruz, que nela não tem; queremos transformá-la, tirar o seu peso e até mesmo encurtá-la nas suas medidas, que até se o madeiro tivesse vida própria, teria lhe caído os braços de desânimo ao ver um povo tão desprovido do conhecimento das Escrituras e do pode de Deus.

A MENSAGEM DA CRUZ
Nunca deve ser esquecida, pois nela está o segredo da vitória ou da derrota. Que o Senhor possa a nos ajudar a reconhecer aquilo que procede do que não procede.

A mensagem da cruz sempre foi e será para a remissão de pecados e a conseguinte salvação de almas. Fora disso fica a cargo de especulações do uso da cruz para esta vida, e do nome do Senhor fora da Sua vontade.

"Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens."  (I Coríntios 15 : 19)