sexta-feira, 19 de julho de 2013

JESUS CRISTO E O MAGNIFICO MEGAPROJETO PARA A ETERNIDADE

Versa na historiologia bíblica magnificas epopeias de grandes homens do Senhor que dedicaram suas vidas para "O" servi-lo  guiando o seu povo conforme a Sua vontade.

O Patriarca Abraão é um marco no caminho da fé, onde ao ouvir a voz do Senhor saiu da sua terra, do meio da sua parentela, sem saber para onde ia. Nele, cumpriu-se a promessa de ser o pai de uma grande nação, e também por ele seriam benditas todas às famílias da terra.

Moisés foi o encarregado de tirar do cativeiro do Egito a nação israelita, após séculos de servidão.

No tempo dos juízes, quem não lembra de Sansão e da sua extraordinária força e coragem? - Do grande juiz, profeta e sacerdote Samuel?

Quem não lembra do rei Davi e da saga das suas suas guerras em defesa do povo, e do seu território?

Da sabedoria do rei Salomão; do Livro de Cantares; dos seus provérbios e do Livro de Eclesiastes?

Todos estes grandes homens de Deus tinham às suas características peculiares, às quais marcaram a sua história e deixaram o seu legado no Livro dos livros.

No entanto, humanamente, todos eles tiveram às suas falhas. Nós, somos falhos, mas haveria Um que não falharia jamais. Neste, cumprir-se-ia todas às Sagradas Escrituras. Ele guiaria espiritualmente para todo o sempre, a grande congregação divina de todas às nações da terra, para a vida eterna no seu Santo nome.

JESUS CRISTO DE NAZARÉ E O MAGNIFICO MEGA PROJETO PARA A ETERNIDADE
Das pranchetas da Trindade surgiria algo muito além da imaginação humana. O Senhor, pela Sua excelência, resgataria pelo Seu amado Filho Jesus Cristo, a humanidade perdida desde Adão.

Em um ato de amor, por Sua graça, magnitude e poder, projetou a regeneração e a reconciliação daqueles que eram irreconciliáveis por si mesmos para com Ele.

Para tal intento, era preciso reordenar a índole pecaminosa humana. Todos aqueles que Nele cressem, teriam internamente suas vidas transformadas, aprumadas e santificadas para às Bodas com o Cordeiro.

Neste mega projeto, precisaria mais que a força física de Sansão, por parte daqueles os quais receberiam o aval para serem escritos no Livro da vida. Eles precisariam através da fé, doarem-se de espírito, alma e corpo a Aquele que os daria o passaporte para a vida eterna.

No entanto, nos é facultativo conhecer o perfil do grande Senhor e os detalhes construtivos intrínsecos a esta edificação.

Como referência aos nossos escritos, com base bíblica é que postaremos um grande textos de um dos renomados escritores brasileiros, Augusto Cury, no Livro O MESTRE DOS MESTRES, Jesus, O MAIOR EDUCADOR DA HISTÓRIA (página 104):

As biografias de Cristo revelam que ele não objetivava reformar o ser humano, mas PROMOVER UMA TRANSFORMAÇÃO EM SEU INTERIOR, reorganizar intrinsecamente a sua CAPACIDADE DE PENSAR e viver emoções.

Ele pretendia PRODUZIR UMA NOVA PESSOA. Uma pessoa SOLIDÁRIA, TOLERANTE, que supera as ditaduras da inteligência, que se vacina contra a PARANOIA DO INDIVIDUALISMO, que aprende a COOPERAR MUTUAMENTE, que aprende a SE CONHECER, que CONSIDERA A DOR DO OUTRO, que aprende a PERDOÁ-LO, que se INTERIORIZA, que se REPENSA, que se COLOCA COMO APRENDIZ diante da vida, (...).

Creio (diz ele) que NUNCA alguém teve um PROJETO TÃO AUDACIOSO E AMBICIOSO COMO O DELE. Antes existiram algumas escolas na Grécia. A  academia de Platão, o liceu de Aristóteles, as escolas pós-socráticas. Porém, nenhum possuía um PROJETO AMBICIOSO E INSTIGANTE como a ESCOLA DA EXISTÊNCIA DE CRISTO.

É difícil de deixar de reconhecer a DIMENSÃO DO SEU PROPÓSITO e como era um MESTRE ESPECIALISTA em DESENGESSAR A INTELIGÊNCIA das pessoas que conviviam com ele.

Ao investigá-lo, concluímos que ele não queria melhorar o ser humano, mas MUDAR A SUA NATUREZA INTRÍNSECA (Mateus 23:26-27).

EM RESUMO:
A excelente exposição textual nesta obra literária do autor citado, ressalta que a grande maioria humanidade está engessada na sua inteligência, no seu modo de pensar; que ela olha especificamente para o eu mesmo, e que o próximo na maioria das vezes passa-lhes desapercebido.

Isto vem corroborar com a palavra divina a qual relata drasticamente que esta parte da humanidade está coberta pelas trevas no seu entendimento: 

"Entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração;"  (Efésios 4 : 18)

Porquanto, quem não nascer de novo; quem não nascer da água e do Espírito, não pode ver o reino de Deus (João 3).

Quem não for transformado em seu entendimento (Romanos 12), não renunciar-se a si mesmo e tomar a sua cruz (Mateus 16:24), quem não for humilde e manso de coração (Mateus 11:29), quem não amar a Deus sobre todas as coisas e ao seu próximo como a si mesmo, (...), não pode ver o reino de Deus.

Porque, é preciso reconhecer que todas estas coisas contribuem para a transformação do homem em uma pessoa amorosa e digna deste MEGAPROJETO DE ESTAR E VER O REINO DE DEUS.

O porque de tudo isso está lincado ao imodificável, indelével e inviolável modelo de caráter  necessário para fazer jus de ser UM ESCOLHIDO PELO SENHOR JESUS EM FÉ E AMOR ao reino dos céus e da terra (reinaremos com o Senhor Jesus Cristo pelo menos mil anos nela).

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna."  (João 3 : 16)

Sabemos que erramos por não conhecermos as Escrituras e nem o poder de Deus (Mateus 22:39). No entanto, o Glorioso Espírito Santo do Senhor é Aquele que pode nos resgatar do pecado convencendo-nos do erro e dando-nos com o Senhor Jesus Cristo a vida eterna. 

Observação: As palavras escritas em maiúsculo no texto de Augusto Cury é de crivo nosso. Outrossim, deixamos como registro que citamos aqueles textos de alguns grandes escritores, os quais são para edificação dos leitores. Isto não quer dizer que concordamos ou não com todos os seus escritos.

Ao grande Senhor e Salvador de todo aquele que Nele crê, sejam dadas todas ás honras e glórias no céu e na terra. Amém.