quinta-feira, 10 de outubro de 2013

COMOÇÃO EM JERUSALÉM E NO JUDAÍSMO: "MORRE RABINO OVADIA YOSEF"

JERUSALÉM (Reuters) - O rabino Ovadia Yosef, o erudito religioso e líder espiritual dos judeus sefaraditas de Israel, que transformou sua comunidade de imigrantes oprimidos do norte da África e nações árabes, e seus descendentes, numa força poderosa na política israelense, morreu nesta segunda-feira.Ele tinha 93 anos. 

Yosef, que sofria de uma variedade de doenças, durante vários anos, foi internado nos últimos dias em estado crítico depois de sofrer insuficiência renal e com outros problemas sistemicos.Funcionários do hospital de Jerusalém, que o trataram, anunciaram sua morte.

Yosef foi muitas vezes chamado de a mais notável autoridade rabínica sefaradita do século. Sua proeminência ajudou a aumentar a confiança de sua comunidade, que representa cerca de metade da população de Israel, mas que foi muito pobre e discriminada pelos ashquenazim - ou europeus - judeus que tradicionalmente dominaram o governo de Israel e a instituição religiosa.

Yosef aproveitou sua autoridade religiosa para conquistar poder político, fundando o Shas, um partido que representa os judeus sefaraditas, e se tornou um “fazedor de reis” de várias coalizões governamentais.

Assim que os funcionários do hospital anunciaram sua morte, gritos angustiados podiam ser ouvidos de uma grande multidão de partidários que se reuniram na entrada do hospital.

Eli Yishai, líder do Shas, saiu do hospital, recitou a bênção judaica e, em seguida, caiu em lágrimas.

"Como é que vamos ficar só. Quem vai nos liderar", disse Arieh Deri, outro líder do Shas, que chorava copiosamente.

Share this article :