segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

ENTRE UM ABRIR E FECHAR DE OLHOS ELE VIRÁ


O estudo nos diz que o piscar involuntário dura de 290 a 750 milissegundos (ou seja, de 1/3 a 3/4 de 1 segundo). Ele é influenciado por várias condições, entre elas a iluminação do ambiente, temperatura, velocidade do ar projetado, patologias oculares e níveis de atenção."

O mesmo estudo mostra que piscamos, em média, de 6 a 12 vezes por minuto ( 1 vez em cada 5 a 10 segundos)

Fonte(s):

Estudo comparativo do tempo entre as piscadas adultos jovens e adultos terminal de vídeo usuários em ambientes fechados: http://www.centro.otico.com.br/profissionais-saude.html

OS RECORDS 
A velocidade supersônica alcançou patamares nunca dantes imaginados. O homem viaja pelo espaço sideral a uma velocidade impressionante; grandes distâncias são cobertas por segundos, no entanto, nada superará a velocidade em que o Senhor Jesus Cristo virá buscar a sua igreja.

A palavra divina nos diz que "será num abrir e fechar de olhos".

O arrebatamento da igreja ou o rapto será tão veloz que o olho humano não verá este grandioso evento.

Não haverá tempo de dizer um ai; um me espere que vou preparar-me ou até mesmo eu perdi o trem da história.

As coisas trocarão de sentido em milissegundos; quem foi para glória, na glória já estará. Quem fica, às dores e os revezes da grande tribulação será o seu destino.

Em nada adiantará dizermos: "Se o arrependimento matasse, eu já estaria morto?". Porque não me preparei para o grande dia de Cristo?

Quem não lembra da fábula da formiga e da cigarra? - Enquanto, uma trabalhava para o seu sustento nos dias vindouros, a outra cantava até rachar.

Cantamos e nos damos em casamento até nos lascar; usufruímos aquilo que a vida tem de melhor para nos proporcionar. Procurar nos preparar para o dia vindouro da plenitude dos tempos, nem pensar.

Achamos que temos que investir em novos celeiros; deitar e folgar nos deleites de então, mas, como loucos estamos portando-nos, pois, se amanhã pedirem a nossa alma, com quem ela estará?

Como as virgens loucas não temos azeite na botija que sustente as nossas lamparinas acessas para esperar o noivo; intentaremos até pedir azeite emprestado para nos manter aptos a entrada no Reino Divino, mas, esta preparação para esta entrada ela o é individual.

Do que adiantou termos ganhado o mundo inteiro e termos perdido a nossa alma? Porque, o Filho do Homem virá para dar a cada um segundo às suas obras.

O galardão o será para aquele que combateu o bom combate; que acabou a carreira, mas, guardou a fé. Porque, ele sabe que a sua coroa está guardada, a qual o justo Senhor o dará naquele dia, mas não somente a ele, mas, todos aqueles que amarem a sua vinda.

Quem quiser ir naquele dia, tem que negar a si mesmo e carregar a sua cruz para ir após Ele.

Porque, do que adianta batermos os Records da existência terrena, e perdermos o passaporte para existência eterna?  

O BRILHO DO MUNDO
Nossos olhos estão ofuscados com o brilho deste mundo; estamos prevaricando na fé; achando que jeito está, está muito bom, mas, estamos nos esquecendo de que muito embora sejam muitos os chamados, serão poucos os escolhidos.

Quem ama o mundo, o amor do Pai não está nele; porque:

I JOÃO  2:16 "Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não vem do Pai, mas sim do mundo".

CONCLUSÃO:
Em um abrir e fechar de olhos, o Senhor Jesus Cristo virá para buscar os seus escolhidos; em um dia qualquer destes, um abrir e fechar de olhos será "o último" antes deste grande evento; o que temos até então preparados para quem será?

Ainda é tempo de voltar a pegar a mão no arado e não olharmos para trás. É tempo de semearmos a preciosa semente para colhermos os louros da coroa da vida.

I Coríntios 15:51 Eis aqui vos digo um mistério: Nem todos dormiremos mas todos seremos transformados,

52 num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos serão ressuscitados incorruptíveis, e nós seremos transformados.

53 Porque é necessário que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade e que isto que é mortal se revista da imortalidade.


Pare e pense: "É num abrir e fechar de olhos".


Print Friendly and PDF