terça-feira, 21 de janeiro de 2014

VENHA DO JEITO QUE ESTÁ E FIQUE DO JEITO QUE QUER

A difícil missão da transformação
em tempos de tentação.
A propagando é alma do negócio, assim versa na boca da sabedoria popular. Se não mostrar o produto, como  o cliente sentirá o desejo de adquiri-lo? - Porque, aquilo que os olhos não veem o coração não deseja.

Estar na vitrine do consumismo é a tônica da mercância secular. Estar na rua dos olhos é estar na passarela dos desejos.

Tudo tem que ser conforme a vontade do povo, senão nada feito. Tem-se que agradar o povo para que aja a transação mercantil, trazendo dividendos para o seu autor.

Da mesmíssima forma da condição literal ora exposta, está sendo na condição espiritual indevida. As cópias estão sendo fidedignas.

Se não fizermos a vontade do povo, não teremos partícipes em nosso empreendimento espiritual.

Quem não sabe que da mesma forma literal se fazem pesquisa para agir no meio espiritual?

Cada vez mais surgem novos seguimentos espirituais conforme a vontade do povo e não segundo a vontade de Deus.

O nada se cria, tudo se copia assim o é no segmento secular. Estamos copiando o que está dando certo pela vontade do povo para aplicarmos ao nosso meio para não sangrarmos na perda de fiéis.

Será que é isto é o ideal segundo a palavra do Senhor?

O que iremos fazer com a palavra que nos diz do que muitos são os chamados e poucos são os escolhidos?

O EVANGELHO DA TRANSFORMAÇÃO
Converter-se, implica em mudança completa (ela é gradativa pelo conhecimento da verdade na lavagem da água pela palavra) de direção: Se íamos em um determinado caminho, damos meia volta e vamos no caminho contrário ao dantes caminhado.

Não existem palavras de sabedoria humana que possa negar esta verdade bíblica.

Quem ama o mundo o amor do Pai não está nele (PONTO FINAL).

Se saímos de Sodoma e Gomorra não podemos olhar para trás (PONTO FINAL). Como poderíamos  vir para Cristo olhando para trás sem virar estátua de sal?

Como posso vir do mundo (Egito) ficando com o coração preso no tempero (cebolas) do Egito (mundo)?

Em vez de sermos o sal da terra e luz do mundo, estamos nos tornando iguais ao povo da terra. Sem sal e sem luz.

Sem transformação não há conversão (PONTO FINAL).


Se não houver mudança de mente, como poderemos saber qual é a perfeita e agradável vontade de Deus?


Se a nossa mente é prisioneira do mundo, no mundo está também o nosso coração, indo refletir em nosso corpo as consequências deste fato; porque, no corpo está o reflexo da nossa alma.

O Apóstolo Paulo era um prisioneiro de Cristo andando conforme Ele andou; nós não queremos negar a nós mesmos para poder seguir ao Senhor Jesus Cristo, preferindo sermos prisioneiros do mundo NO SEU ANDAR e não de Cristo.

A liberdade no Senhor Jesus Cristo também significa libertos do mundo por Ele. Porquanto, a pior prisão é a prisão da alma a aquilo ou a aquele que lhe levará para a morte eterna sem Deus.

Ser peregrino na terra é estar longe do seu lar. A sua alma está ligada no além das estrelas, no terceiro céu, onde está o trono divino.

Nada nos prende ao Egito (mundo), mas se saímos dele e voltamos a fazer as coisas do Egito, no Egito ainda estamos presos, porque:

ROMANOS  12:2 "E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus".

O estar conforme implica estar de acordo com a forma ou a forma, o modelo do mundo. Porquanto, o estar conforme a palavra divina é uniforme (a forma que une, uma só forma) ou a unica forma o é o único modelo para uma só fé.

UM TEMPO DETERMINADO POR DEUS
Para todas as coisas existe um tempo determinado POR DEUS; quando queremos determinar este tempo, usurpamos a Deus em seu tempo, nos distanciando D'ele.

Do Senhor é o tempo, a terra e tudo o que nela há. A Sua vontade é soberana sobre todo aquele que teme, referencia e espera estar com Cristo algum dia.

No entanto, se não cumprirmos os tempos de Deus mesmo em estando na graça (misericórdia) em Seu tempo o Senhor nos dará a paga a tudo aquilo que fizermos com o nosso corpo que É O TEMPLO DO ESPIRITO SANTO.

CONCLUSÃO:
O vir para o Senhor Jesus Cristo é do jeito que estamos, e no demais Ele irá nos aperfeiçoar se nos colocarmos como vasos de barro nas mãos do Grande Oleiro.

O barro nunca dirá ao oleiro como quer ser feito, mas aceitará a vontade dele na sua formação, moldagem e queima no forno a fogo para endurecimento da forma e do modelo, onde nunca mais perderá o seu prospecto.

O vaso moldado pelo Senhor na fornalha da aflição (que paga o preço do caminho estreito), será o vaso para honra e para glória do seu Senhor. Porquanto, estará pronto para receber e reter a água e o azeite provindo do reino de Deus.

No entanto, se ficarmos do jeito que viemos, estaremos não só desobedecendo ao Senhor, mas sendo modelo de rebeldia e de entristecimento D'aquele que vive e que reina para todo o sempre.

Que o Senhor nos ajude a caminhar como Ele caminhou; a ser um vaso de honra em suas preciosas mãos, ainda que vasos de barro, para que em tudo e em todos ELE seja o Senhor de nossas vidas.

HEBREUS  12:14 "Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor,"


Print Friendly and PDF