sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

UMA PAUSA PARA ADORAÇÃO

Na subida ingrime do penhasco da vida, quando paramos para um refrigério da alma, chega a hora para adorarmos o Senhor Jesus Cristo em sua extrema bondade de ser Aquele que nos resgatou da morte eterna na Cruz do Calvário.

Não temos palavras para agradecermos a um Deus tão grande em misericórdia, amor e bondade, porque, somos limitados e a excelência da Sua Glória excede todo o conhecimento o qual não podemos espraiar em palavras.

Por mais que venhamos a abrir o nosso coração e usar a nossa boca em adjetivos solenes de adoração ao todo poderoso criador dos céus e da terra, falta-nos o entendimento profícuo de expressar a nossa eterna gratidão ao Pai, ao Filho e a Aquele que veio para glorificar o Filho a mando do Pai, o glorioso Espírito Santo.

Nesta manhã ao ler um email de uma de minhas irmãs, deparei-me com pequeno, mas grande vídeo, o qual quero compartilhar com os amigos leitores; pois quando o vi, algo diferente aconteceu, inebriando-me a alma, consternando-me o espírito.

A nossa adoração não está na figura, mas na pessoa do amado Senhor; entretanto algo aconteceu na hora do vídeo.

Vejam no link abaixo.


Que a cada dia mais sejamos voluntariamente  verdadeiros adoradores d'Aquele que vive e reina para todo o sempre.