terça-feira, 1 de abril de 2014

A MENSAGEM DA CRUZ

Nos outdoor's do mundo e nos anais da vida, constam histórias que nos enternecem, contrista-nos e arrebata-nos. Histórias de vidas que dedicaram-se de corpo e alma às suas carreiras, amores e causas.

Viveram, sofreram, amaram, e até foram felizes na vitória em seus ideais, mas um dia partiram desta terra deixando como rastro registrado na história, a sua galhardia, força de vontade e de persistência ao alvo buscado.

Muitas delas escreveram os seus nomes no livro dos tempos, com tinta de sangue, suor e lágrimas.

No entanto, suas histórias na vida terminaram em uma lápide fria, em um campo chamado de santo, em uma cidade qualquer nas redondezas da terra.

Conquanto, nenhuma delas deu a vida para que a humanidade dela se usufruísse como tábua de salvação e passaporte para a vida eterna. Nenhuma delas por conta própria pode passar do além túmulo, mas aguardam o juízo divino segundo a sua fé e obras.

Suas mensagens em vida por mais belas que fossem, não podem trazer-nos o perdão, a libertação, a cura, o batismo com o Espírito Santo, o refrigério e a salvação.

Só o Senhor Jesus Cristo pode ter todos estes atributos vividos e consolidados, e com registro fidedigno no Santo Livro da história.

A MENSAGEM DA CRUZ
Tudo na vida tem que ter um começo para chegar-se a um fim. Os propósitos precisam serem bem definidos, claros e concisos.

Quantas vezes não ouvimos falar da mensagem da cruz em hinos, versos e prosas? - No entanto, nunca nos dedicamos a adentrarmos aos mistérios nela contidos.

Qual seria a verdade na mensagem da cruz, da sua missão e do seu fim é algo que ainda paira no desconhecido de muitas almas.

Todos nós vagávamos perdidos e sem salvação, pois desde o Éden devido ao pecado da desobediência não há um justo sequer; porquanto, estávamos afastados do Pai e sem comunhão.

O salário do pecado é a morte, mas o dom de vida nos proporcionado pelo perdão divino através do Filho amado, que nos é por propiciação para a vida eterna.

Sem a remissão por sangue (vida) dos nossos pecados para que alcançássemos o devido perdão, jamais teríamos o êxito de alcançar a tão sonhada salvação.

PORQUANTO, na verdade A MENSAGEM DA CRUZ está arraigada no PERDÃO DAS NOSSAS DÍVIDAS, onde POR AMOR A NÓS, o PAI deu o seu Filho amado para morrer na CRUZ DO CALVÁRIO para remissão da dívida a qual não tinha redentor; pois, o salário do pecado é a morte

A figura da cruz nos mostra na verticalidade de sua trave, o Perdão Divino dado de cima para baixo  a todo aquele que estiver aos pés da cruz, crendo no Filho amado. Conquanto, da cabeça aos pés o Senhor Jesus Cristo nos foi dado por salvação. Por isso é chamado de redentor, e consequentemente nosso salvador.

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna". (João 3:16)

Antes de morrer na cruz do Calvário ELE DEU O BRADO COM O PEDIDO DE PERDÃO:

"Jesus, porém, dizia: Pai, perdoa-lhes; porque não sabem o que fazem".(...) Lucas 23:34

Aquele pedido de perdão não restringia-se somente ao momento de então, mas ecoaria no tempo e chegaria a todas às demais gerações.

Para ratificar o que até então está sendo descrito, vemos a consolidação no Escriturado Bíblico:

"Sepultados com ele no batismo, nele também ressuscitastes pela fé no poder de Deus, que o ressuscitou dentre os mortos.

E, quando vós estáveis mortos nos pecados, e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com ele, perdoando-vos todas as ofensas,

Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz".


Colossenses 2:12-14

Na horizontalidade da cruz representada pelo patíbuloo Senhor Jesus Cristo foi pregado de braços abertos chamando a todos no abraço do perdão.

Assim como morreu para perdoar os nossos pecados, da mesma maneira nós para perdoar a nosso irmão. Do mesmo modo que está no Evangelho de João 3:16 a verticalidade do amor divino, assim está em I João 3:16 está a horizontalidade do amor do cristão:

"Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e nós devemos dar a vida pelos irmãos".

PORQUE:

Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?

E dele temos este mandamento: que quem ama a Deus, ame também a seu irmão.


1 João 4:20-21

Por amor o perdão Divino desceu através do nosso Senhor e redentor Jesus Cristo de forma vertical, cabe a nós distribuí-lo a nosso irmão para todos os lados na maneira horizontal.

E o escriba lhe disse: Muito bem, Mestre, e com verdade disseste que há um só Deus, e que não há outro além dele;

E que amá-lo de todo o coração, e de todo o entendimento, e de toda a alma, e de todas as forças, e amar o próximo como a si mesmo, é mais do que todos os holocaustos e sacrifícios.


Marcos 12:32-33

A cruz era instrumento de vitupério e de maldição, onde os povos antigos puniam com a morte os transgressores na sua nação. A cruz era como uma faca, uma espada, uma pistola, um instrumento qualquer de tortura e morte aos inimigos de então.

"Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro";


Gálatas 3:13

Como exemplo poderíamos citar sobre que alguém tivesse através de uma faca torturado e matado um querido irmão nosso; e nós tivéssemos colocado aquela faca, um instrumento de tortura pendurada na parede como símbolo da morte de nosso irmão.


A cruz é um emblema de vergonha e dor.

A MENSAGEM DA CRUZ não está no madeiro, mas no Senhor Jesus Cristo que fez-se pecado, morrendo na cruz para nos dar o perdão para a salvação.

A Mensagem da Cruz está no negar-nos a nós mesmos tomando o exemplo dos fatos acontecidos nela para seguir a Cristo, perdoando por amor ao nosso irmão. 

A mensagem da cruz está na humildade, na sinceridade e na bondade, para usufruímos da Graça Divina em sua totalidade.



Amém.