quinta-feira, 8 de maio de 2014

O ENCOBERTO E O ESCONDIDO

"Portanto, não os temais; porque nada há encoberto que não haja de revelar-se, nem oculto que não haja de saber-se."  (Mateus 10 : 26)

"Porque nada há encoberto que não haja de ser manifesto; e nada se faz para ficar oculto, mas para ser descoberto."  (Marcos 4 : 22)

Para o Senhor há um tempo determinado para todas as coisas. Nada é aquém ou além deste versado tempo bíblico.

A palavra divina nos diz que os olhos do Senhor são como chamas de fogo que percorrem a terra esquadrinhando corações e entendendo até as imaginações dos pensamentos.

Entre o tempo de nascer e o de morrer existe determinado pelo Senhor o tempo de viver. E neste tempo, o chamado tempo de viver para o Senhor, foi-me dado a escolha do viver para o Senhor Jesus Cristo através de sua palavra ou morrer sem Ele ao negá-la.

Teria que fazer uma só escolha e um só caminho; a do caminho largo ou a do estreito. Não poderia ficar entre os dois extremos em uma faixa intermediária chamada o caminho do meio. Não optando pelo caminho quente (fervente, vida) ou o do frio (gêlo, morte), mas o da mornidão.

"Não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor;"  (Romanos 12 : 11)

Não estamos falando de experiências de vidas  alheias, mas sim da nossa própria vida.

Recebemos do Senhor sonhos admoestativos não só nossos, mas também de outrens.

Quem coloca a mão no arado não pode olhar para trás; porque, o justo viverá da fé, e se ele recuar a minha alma não tem prazer nele.

Quantas vezes não queremos no dito popular empurrar com a barriga uma raíz de amargura, se a palavra do Senhor nos diz que antes de deixar a tua oferta sobre o altar, vai ter com o teu irmão e te conserta com ele, e depois deposita a tua oferta no altar.

UMA HISTÓRIA REAL

Em certo dia viajávamos a trabalho, onde discorríamos sobre um estudo bíblico, quando o Senhor se fez presente ao dizer em alto e bom som: "NÃO USEM O MEU ALTAR SEM CONSERTO", pois falávamos sobre o versículo bíblico supra-citado. A confirmação veio como um trovão em nossos ouvidos, abalando os nossos corações.

Como posso amar a Deus a quem não vejo, se não amo o meu irmão (ã) a qual vejo?

Do que adianta a inverdade de dizer que amo a meu irmão se na verdade o persigo, detesto e falo mal dele?

Estou perdendo o meu tempo e o Senhor o Dele comigo se quero empurrar para debaixo do tapete uma história amarga mal resolvida. De maneira nenhuma poderei usar o altar que é santo "SE" desprezo a "A" ou a "B".

Ou busco DE TODO O CORAÇÃO a PAZ com TODOS e SANTIFICAÇÃO, sem a qual ninguém verá o Senhor ou despeço-me da vida espiritual com Cristo, para entrar na vida infernal com o outro?

Por certo, há dois caminhos e uma só escolha!

O ENCOBERTO E O ESCONDIDO
Da mesmíssima forma, se temos alguma coisa escondida a qual queremos encobrir dos nossos ente-queridos; daqueles que nos cercam ou do pastor, mas do Senhor nós não escondemos.

Se algo está escondido ou encoberto no meu coração e não trouxer para luz, certamente ficarei sem o Senhor Jesus Cristo.

Todo aquele que se arrepende, confessa e deixa, alcança misericórdia.

Portanto, é tempo de conserto com Deus e com o próximo. Porquanto, do que adianta "eu" ganhar o mundo inteiro e as falsas benesses que a vida sem conserto pode me oferecer se vou perder a minha alma?Pois é o caminho que sigo, nas coisas que escolho, que determinarei o meu fim.


TRÊS CAMINHOS SEM VOLTA

O conselho dos ímpios (negam a palavra de Deus); o caminho dos pecadores e a roda dos escarnecedores.


"BEM-AVENTURADO o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores."
(Salmos 1:1)

PORQUE:

O que eu era tem que fazer parte de um passado distante; tem que haver a transformação da velha para uma nova criatura.

Posso fazer todas obras da fé que existe, mas, se não tiver amor de nada me adiantará. 

Porquanto, é pelo amor que entrego a minha vida ao Senhor Jesus Cristo e ele a aperfeiçoará (Filipenses 1:6) até o dia da sua vida na lavagem da água pela palavra (Efésios 5:26).

CONCLUSÃO:
O encoberto e o escondido irão testemunhar contra nós no dia decisivo da decisão do se fico neste mundo vivo ou morto, e ou do se vou com o Senhor Jesus Cristo, "SE" não houver a regeneração do que estava encoberto ou escondido.

Posso ter as obras, mas não verei a Deus, pois sem a regeneração não há transformação tão necessária para a santificação e glorificação.

"Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo," (Tito 3:5)