quarta-feira, 30 de julho de 2014

SER OU NÃO SER EIS A QUESTÃO

Em um dos grandes relatos da Bíblia Sagrada, no Livro de Atos dos Apóstolos, no capítulo 5 e versículo 34 mostra-nos um legado de experiência para todo aquele que espera no Senhor para ver "SE É OU NÃO É", SE SÃO OU NÃO SÃO.

Muito embora o Sinédrio, o Conselho dos Anciãos no supra citado estivesse agindo intempestivamente, no caso do apóstolo Pedro, e nos demais que com ele estavam PARA SEREM APEDREJADOS, entra em cena o Rabino Gamaliel pedindo a eles prudência:

ATOS 5:34 Mas, levantando-se no sinédrio certo fariseu chamado Gamaliel, doutor da lei, acatado por todo o povo, mandou que por um pouco saíssem aqueles homens;

35 e prosseguiu: Varões israelitas, acautelai-vos a respeito do que estai para fazer a estes homens.

36 Porque, há algum tempo, levantou-se Teudas, dizendo ser alguém; ao qual se ajuntaram uns quatrocentos homens; mas ele foi morto, e todos quantos lhe obedeciam foram dispersos e reduzidos a nada.

37 Depois dele levantou-se Judas, o galileu, nos dias do recenseamento, e levou muitos após si; mas também este pereceu, e todos quantos lhe obedeciam foram dispersos.

38 Agora vos digo: Dai de mão a estes homens, e deixai-os, porque este conselho ou esta obra, caso seja dos homens, se desfará;

39 mas, se é de Deus, não podereis derrotá-los; para que não sejais, porventura, achados até combatendo contra Deus.

Só o tempo pode mostrar a razão do ser ou não ser se o Senhor ficar calado.

Certamente que não seremos nós que vestiremos a toga, sentaremos no trono e julgaremos como se o Senhor fosse.

O conselho de Gamaliel mostra-nos que se a obra for de homens ela se desfará com o tempo, mas se for de Deus ela continuará.

Porquanto, se a obra for de Deus, não há como lutarmos contra a fortaleza eterna Daquele que vive e reina para todo o sempre.

A palavra do Senhor deixa-nos um alerta: Contra quem eu posso estar levantando a mão para apedrejar, ou até mesmo o meu calcanhar para o pisar?

Nunca devo eu esquecer que não devo tocar nos ungidos do Senhor e aos seus profetas não devo fazer mal.

Porque, quem toca, apedreja ou pisa um dos seus ungidos, na menina do olho do Senhor o toca.

Assim nos veio, assim o escrevemos.