sábado, 30 de agosto de 2014

BRASIL TROCARÁ DE PRESIDENTE? - E A VOZ DA PROFECIA SE CONFIRMARÁ?


Prefaciando a vinda do Messias, o Senhor usa o profeta Isaías a cerca de 720 anos antes deste grande advento alertando o povo desta dádiva divina (Isaías 9:6-7).


Em Isaías 53:1, onde ele fala sobre o martírio do Messias, há uma inquestionável pergunta:

"QUEM CREU NA NOSSA PREGAÇÃO? E A QUEM SE MANIFESTOU O BRAÇO DO SENHOR?"

Muitos não iriam crer naquilo que o Profeta Messiânico a mando do Altíssimo estava dizendo.

Como Deus irá se manifestar a aqueles que não creem na sua palavra? - Como Ele irá operar se a descrença nos seus enunciados não encontra abrigo em corações endurecidos?

A palavra do Senhor em I Tessalonicenses 5:20-21  torna a admoestar que: "NÃO DESPREZEIS AS PROFECIAS. EXAMINAI TUDO, RETENDE O BEM".

Segundo a palavra de Deus temos até o direito após minucioso exame de pedir a confirmação do ato professado retendo o bem, mas desprezá-lo jamais.

Quem não acredita, tem esse direito de não acreditar, mas pode pagar um alto preço ao se indispor contra Deus se esta for verdadeira.

Do mesmo modo, não receberá aquilo que lhe fora predito, e ou não se cuidará do aviso interposto, sofrendo o dano do que lhe fora predito.

Diz a palavra do Senhor que: "NÃO HAVENDO PROFECIA O POVO SE CORROMPE" (Provérbios 29:18).

Isto é: Se não houver um vaso Dele o qual possa usar para admoestar, edificar e consolar o povo, este certamente se corromperá.

A VOZ DA PROFECIA



Houve uma profecia para o Pastor e Deputado Marcos Feliciano o ano passado em que o vaso exposto professava contra toda uma plataforma política fortemente estabelecida; a qual os olhos humanos não viam nenhuma possibilidade de ser cumprida.

Hoje, a dúvida pode até estar no ar, mas segundo as pesquisas pode ser confirmada a profecia.

Esperar em Deus pedindo a Ele que seja feito a Sua vontade, é a prudência daquele que "O" teme, espera e guarda a SUA PALAVRA.

Nas urnas estará a resposta de quem está certo e de quem está errado.

Com paciência esperamos no Senhor.