quarta-feira, 3 de setembro de 2014

PREGA A PALAVRA



II TIMÓTEO 4:2 PREGA A PALAVRA, insta a tempo e fora de tempo, admoesta, repreende, exorta, com toda longanimidade e ensino.


3 Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo grande desejo de ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres segundo os seus próprios desejos,


4 e não só desviarão os ouvidos da verdade, mas se voltarão às fábulas.



5 Tu, porém, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.


PREGAR A PALAVRA
Pregar a palavra genuinamente bíblica desde os idos tempos bíblicos foi causa de sofrimento e dor.

Os profetas do Altíssimo foram quase todos mortos, e até serrados ao meio por profetizarem aquilo que o Senhor queria que eles falassem.

João Batista foi um dos mais recentes no histórico bíblico, o qual perdeu a cabeça a mando do Rei Herodes por denunciar o seu pecado.

Todos os apóstolos, excetuando-se João, irmão de Tiago (também morto a espada em Atos 12), morreram martirizados por proferirem a palavra como ela é; onde Paulo (Saulo) de Tarso, apóstolo dos gentios  foi decapitado em Roma no ano aproximado de 67 dC.

Há séculos milhares de pregadores, seguidores e simpatizantes do Evangelho têm sido perseguidos, açoitados, presos, amordaçados e até mortos por professarem uma fé inabalável no Senhor Jesus Cristo em acordo com o Escriturado Bíblico.

O sangue dos cristãos nas arenas antigas ainda clama por justiça nos anais do tempo.




A palavra do Senhor através do apóstolo Paulo em Romanos nos diz que nada pode nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus; nem mesmo a fome, a nudez, a espada ou ainda uma outra criatura. Que Nele somos mais do que vencedores.

A mesma palavra nos diz em II Timóteo 3:12, que todo aquele que quer viver piamente sofrerá perseguições.

O Senhor Jesus Cristo nos fala em Mateus 5, no Sermão da montanha que seriam perseguidos por amor do seu nome.

Em Atos dos Apóstolos 14:22, Paulo estava exortando os cristãos a permanecer na fé, porque por muitas tribulações importava entrar no reino de Deus (céus).

Apesar de tudo isso, prega a palavra que o Senhor manda, e Ele se responsabilizará por ela.

PREGA A PALAVRA
A palavra divina nos diz no profeta Joel e em Atos que nos últimos dias teríamos visões e sonhos.

Os sonhos estão chegando e as visões dando lume para aquilo que o Senhor quer que saibamos.

Em um destes sonhos\visões em um futuro próximo, alguém em um lugar não identificado estava ministrando a palavra, o qual dizia a todos: "PREGUEM A PALAVRA; preguem a palavra; preguem a palavra".

Conquanto, fora alvo de arremessos de tomates por grande parte dos assistentes. No entanto, aos poucos, de um em um no púlpito, e ao meio do povo levantavam-se vozes e adicionavam-se às demais: PREGUEM A PALAVRA; preguem a palavra.

Neste ínterim, a terra se abriu engolindo os agressores contradizentes restantes.

Isto nos faz-nos lembrar de uma história verídica há anos acontecida.

UMA HISTÓRIA VERÍDICA
Conta-se uma história que há seis anos atrás, em um determinado lugar dois trabalhadores estavam amanhecidos na segunda noite consecutiva, para cumprir um contrato com a UBL na entrega de um equipamento com data marcada; quando, cedo naquela manhã o Senhor se fez presente por voz para um deles, "O" qual dizia: "PREGA A MINHA PALAVRA, ENSINA A MINHA PALAVRA; FALA A MINHA PALAVRA".

Não houve mais condições de seguir os trabalhos, pois tal fora o transbordamento do Espírito, que junto ás lágrimas o levaram ao chão.

Conquanto, fora então combinado com o seu companheiro (PCG) que fosse para casa, tomasse um bom café, e dormisse um pouco; e ali por volta das dez ou onze da manhã retornasse para que se prosseguisse o labor.

CONCLUSÃO:
O Evangelho (Novas de Salvação) do Senhor Jesus Cristo é um Evangelho de cruz; de sofrimento e de dor.

Pregar a palavra para ganhar almas para Cristo, resgatando-as das trevas, custa um preço muito além do que se imagina; o preço de negar-se a si mesmo, tomar a sua cruz para segui-lo.

Porquanto, estas almas a serem buscadas foram compradas e resgatadas a preço de sangue na Cruz do Calvário.

POR ISSO:
O Senhor Jesus Cristo escolherá discípulos Seus para pregar a palavra e os nomeará para os mais diversos lugares.  

É PRECISO PREGAR A PALAVRA, PORQUE:
II Timóteo 3:16  Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça;

17  Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.

Porquanto, o amor de Deus pelas almas, excede todo o entendimento humano.

Assim nos veio, assim o escrevemos.