quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

O SUCO DE UVA (VINHO SEM FERMENTO) FEITO PELA CASA MADEIRA PARA O PESSACH - PARTE 2

Assim como iniciamos no artigo do "VINHO BÍBLICO - A PALAVRA DE DEUS E O CRISTÃO - PARTE 1" do link abaixo, damos sequência a inúmeros outros artigos que venham a depor com a historicidade bíblica:


Porquanto, o presente artigo vem corroborar com os fatos anunciados, no suco de uva (vinho sem fermento) da Casa Madeira feito especialmente para a Páscoa Judaica:


A Casa de Madeira, grife de alimentos gourmet da Famiglia Valduga, agora lança a versão kosher do seu famoso suco de uva, reconhecido como o melhor, mais saboroso e autêntico do mercado. Elaborado sob a supervisão do Rabino Shmuel A. Havlin e coordenação do Rabino Ezra Dayan, da BDK do Brasil, órgão judaico de fiscalização de alimentos, o Suco de Uva kosher Casa de Madeira traz toda a pureza e qualidade das uvas provenientes do Vale dos Vinhedos (RS) em harmonia com as leis judaicas.

Supervisão de Rabinos Judeus
aos produtos da Vinícola
De acordo com o Rabino Dayan, a casherização adequação e higienização kosher) do suco de uva deve atender uma série de normas. “Depois de conhecer e avaliar o método de produção de suco da Casa de Madeira, os rabinos da BDK chegaram à conclusão que com alguns ajustes, seria possível produzir o suco de uva kosher, também para o Pessach (Páscoa judaica), explica Juciane Casagrande, diretora da Valduga.

“Pelo fato deste suco ser puro e integral, sua formulação é inerentemente kosher, inclusive para Pessach. Ele contém apenas uvas de excelente qualidade, o que proporciona ao suco um sabor agradável e doce, sem adição de açúcar ou outros aditivos. Pelo fato do suco ter sido feito pela equipe da BDK, podemos garantir que apenas uvas foram utilizadas, o que descartou a necessidade de avaliação de outros insumos”, ressalta o Rabino Dayan.

O rabino ainda explica que o suco kosher deve ser produzido apenas por judeus praticantes, o que exigiu que a BDK levasse uma equipe de supervisores para cuidar da casherização da linha. “Fizemos uma limpeza minuciosa além da que é feita normalmente, com esterilização, troca de água da caldeira, pasteurizador e tanque de resfriamento e de algumas mangueiras”.

A equipe BDK foi encarregada da produção desde o descarregamento das uvas e retirada dos cabinhos que eventualmente passam junto com a fruta. Detalhe importante, pois evita que sejam espremidos e estraguem o sabor do suco. Segundo o Rabino Dayan esta foi a tarefa mais difícil, pois foi efetuada por 12 horas consecutivas em alta velocidade, durante a noite. “Outras funções como ligar e desligar os equipamentos como bombas, pausterizador, filtros e linha de envase, também ficaram por conta dos supervisores. Qualquer intervenção de alguém não autorizado poderia invalidar a produção”, ainda destaca.

COZIDO (MEVUSHAL) E SAUDÁVEL

O suco foi cozido acima de 90 graus e deixada uma abertura no tanque para permitir que houvesse alguma evaporação do produto, para que seja considerado cozido (mevushal), inclusive para as opiniões mais rigorosas. Depois do produto já cozido, foi permitido aos funcionários da empresa que ajudassem no engarrafamento, pois a restrição da intervenção é principalmente até o cozimento. Daí em diante, a BDK teve o trabalho de supervisionar e acompanhar a manipulação dos lotes kosher, que já pode ser feita pela equipe da Casa de Madeira.

O Suco de Uva kosher Casa de Madeira é obtido a partir de concentração de calor, preservando todas as enzimas que combatem os radicais livres e ajudam a reduzir o colesterol ruim que prejudica o sistema cardiovascular. Delicioso e saudável, o Suco de Uva kosher Casa de Madeira é integral e não contém adição de açúcar. Disponível nas tradicionais garrafas de vidro, o produto já está disponível para vendas em todo País.Mais informações na Casa de Madeira pelo telefone (54) 3453-5678 ou no site www.casamadeira.com.br