sábado, 16 de abril de 2016

AS PROFECIAS VERDADEIRAS E ÀS FALSAS - ÀS NOVAS VISÕES EM UM NOVO EVANGELHO

Não desprezeis as profecias.
Examinai tudo. Retende o bem.(1 Tes. 5:20,21)

Não há fonte com duas águas, e nem profecias com duas palavras antagônicas uma da outra.

Se um profeta falou bem e outro mal, um deles está faltando com a verdade.

O que é de Deus permanece, se cumpre, e alcança o fim proposto.

O que não é passa como a flor da erva, nasce, e até pode crescer, mas vai morrer, pois já nasceu morta.

Ao longo da história bíblica inúmeros foram os casos de falsas profecias, que levaram muito povo após si. Infelizmente na espera delas o povo sucumbiu.

Nestas últimas horas temos sido testemunhas das que prosperaram, e das que desvaneceram.

É certo que não devemos desprezá-las, que devemos examiná-las, reter o bem, e o resto o tempo encaminhará o seu fim.

Assim tem sido a palavra do Senhor em novas visões, em novas projeções; da mesma maneira, com o tempo às coisas vão pros seus devidos lugares de aonde sempre estiveram e nunca deveriam ter saído.

O Apóstolo Paulo em duas marcantes oportunidades nos fala a respeito delas a igreja da região da Galácia, e a igreja de Corinto:

Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho;

O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo.

Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema (maldito).

Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.

Porque, persuado eu agora a homens ou a Deus? ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo.

Mas faço-vos saber, irmãos, que o evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens.

Porque não o recebi, nem aprendi de homem algum, mas pela revelação de Jesus Cristo. Gálatas 1:6-12

Na cidade de Corinto, e até mesmo na igreja dela estavam surgindo novas visões, novos evangelhos, assim como na região da Galácia as novidades vieram, tiveram o seu tempo e depois desvaneceram.

O estimado Apóstolo Paulo, preocupado com tudo o que viria até o fim dos tempos, deixa como admoestação nos anais do Santo Livro, a mais pura e recatada verdade das coisas dos dias de hoje:

Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo.

Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo.

Porque, se alguém for pregar-vos outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, com razão o sofreríeis.  II Coríntios 11:2-4

Contudo, apesar de terem o seu fim, às marcas ficaram; as cicatrizes em meio ao povo deixaram e deixam um triste legado de um evangelho distorcido, um evangelho de ocasião e depreciatório.

Conquanto, clamamos ao povo que tem sede do Deus vivo e verdadeiro, que se atenham a tudo aquilo que diferir das Santas Escrituras, fadado está para a perdição daqueles que assim o abrigarem em seus corações.

O Senhor Jesus Cristo está voltando, e ainda o velho e bom Evangelho Dele que nos encaminhará para salvação.

Ainda é  a mesma palavra de que ELE virá buscar para si um povo especial, zeloso e de boas obras.

E a ratificação é a mesma até o fim dos tempos da igreja Cristo sobre terra:

O justo viverá da fé, e se recuar a minha alma não tem prazer nele.(Hebreus 10.38)

Mas aquele perseverar até o fim é o que será salvo.(Mateus 24