terça-feira, 3 de maio de 2016

LAVAGEM CEREBRAL - A PALAVRA DE DEUS PREVIU ESTA TÉCNICA

Definições da Web


Figura meramente ilustrativa. Do seu autor são os méritos.
Lavagem cerebral é qualquer esforço constituído visando premir certas atitudes e crenças de uma pessoa - crenças consideradas indesejáveis ou em conflito com as crenças e conhecimentos das outras pessoas. ...

https://pt.wikipedia.org/wiki/Lavagem_cerebral



Em resumo básico e descompromissado com os seus conceitos: É um meio induzido e direcionado de apagar uma identidade e construir outra de acordo com o modelo proposto.

Tirar a visão da fé para colocar a do deus deste século:


II Coríntios 2.4: Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus (Santo e Justo).

Há tantos meios de se apagar uma identidade, e construír outra no seu lugar, que nem precisa ser aquela dos velhos modelos da tirania dita social.

Há um máxima popular de que "a propaganda é alma do negócio", e nós somos o alvo dela.

Ao longo dos séculos identidades morais foram paulatinamente destruídas, e a amoral construída, tirando o efeito do certo e do errado, para banalizar no tudo pode, e ou tudo é permitido.

A engenharia do entretenimento midiático é um dos meios preponderantes a carrear adeptos ao seu modelo, de moda, politica e afins.

Somos uma bela de uma massa de manobra (marionetes), no compre isso ou aquilo, use isto ou aquilo, vote neste ou naquele, sem contar com às imagens que por si só ensinam o dolo utilizando-se da incitação dos desejos em oculto, provocando a corrupção, e a lascívia através da sedução.

As coisas são pensadas e articuladas para trabalhar no nosso subconsciente, e nele apagar a negação do erro na troca da permissão dele.

A igreja do Senhor Jesus é a mais visada, pois descobriu-se que não adianta lutar contra ela na sua essência de salvação, pois a é guardada pelo Pai Eterno quando na vontade Dele.

Conquanto, contaminá-la é a melhor tática; infiltrar-se nela; minar os seus preceitos de fé e prática, e assim tirar a sua virtude de separação do mundo através da santificação, para reintegrá-la nele.


Descobriu-se  que também nesta prática nefasta, que se pode auferir valores materiais desta igreja, que simplesmente era falar em prosperidade material tendo em vista a necessidade de cada um de nós, já nos despertaria o ânimo e a comichão nos ouvidos de tais palavras, contribuindo voluntariamente com os seus fins.

NO ENTANTO, a Palavra de Deus há miles de anos atrás já nos admoestava sobre esta técnica tão medíocre de se obter benefícios às custas dos desapercebidos, fazendo de nós negócio.


O Apóstolo Pedro usado pelo Senhor nos deixou o bem claro o seu aviso registrado nos anais do Santo Livro, para nos livrar da troca da identidade da fé:

E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.

E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade.

E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.

Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo;

E não perdoou ao mundo antigo, mas guardou a Noé, a oitava pessoa, o pregoeiro da justiça, ao trazer o dilúvio sobre o mundo dos ímpios;

E condenou à destruição as cidades de Sodoma e Gomorra, reduzindo-as a cinza, e pondo-as para exemplo aos que vivessem impiamente;

E livrou o justo Ló, enfadado da vida dissoluta dos homens abomináveis(Porque este justo, habitando entre eles, afligia todos os dias a sua alma justa, por isso via e ouvia sobre as suas obras injustas);

Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, para serem castigados;

Mas principalmente aqueles que segundo a carne andam em concupiscências de imundícia, e desprezam as autoridades; atrevidos, obstinados, não receando blasfemar das dignidades;

Enquanto os anjos, sendo maiores em força e poder, não pronunciam contra eles juízo blasfemo diante do Senhor.
Mas estes, como animais irracionais, que seguem a natureza, feitos para serem presos e mortos, blasfemando do que não entendem, perecerão na sua corrupção,

Recebendo o galardão da injustiça; pois que tais homens têm prazer nos deleites quotidianos; nódoas são eles e máculas, deleitando-se em seus enganos, quando se banqueteiam convosco;

Tendo os olhos cheios de adultério, e não cessando de pecar, engodando as almas inconstantes, tendo o coração exercitado na avareza, filhos de maldição;

Os quais, deixando o caminho direito, erraram seguindo o caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o prêmio da injustiça;

Ver artigo no link abaixo sobre o que é O CAMINHO BALAÃO dito acima para seduzir o povo divino, e assim levá-lo a pecar contra o seu Deus:

http://luisdornelesdeoliveira.blogspot.com.br/2013/10/a-arte-da-seducao-na-doutrina-de-balaao.html

Mas teve a repreensão da sua transgressão; o mudo jumento, falando com voz humana, impediu a loucura do profeta.

Estes são fontes sem água, nuvens levadas pela força do vento, para os quais a escuridão das trevas eternamente se reserva.

Porque, falando coisas mui arrogantes de vaidades, engodam com as concupiscências da carne, e com dissoluções, aqueles que se estavam afastando dos que andam em erro,

Prometendo-lhes liberdade, sendo eles mesmos servos da corrupção. Porque de quem alguém é vencido, do tal faz-se também servo.

Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior do que o primeiro.

Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado;

Deste modo sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vômito, e a porca lavada ao espojadouro de lama.

2 Pedro 2:1-22

Ainda é tempo de abrirmos os olhos e voltarmos a olhar para o Senhor Jesus Cristo, que é o autor e consumador de nossa fé.

A arte do engano não provém de Deus, mas do inimigo Dele e nosso, para levar-nos para a eterna perdição com ele.


Que o Senhor possa dar o perfeito entendimento do ardil do inimigo a todos nós.