quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

REFORMA PROTESTANTE – 500 ANOS E AS NOVAS CINCO TESES - REAFIRMAÇÃO JÁ!




Figura ilustrativa - ao seu autor sejam dados todos os méritos.
CONGRATULAÇÕES

Queremos honrar os grandes homens e mulheres  DE DEUS na fé; não pelo seu tamanho, pelo seu cargo, pela sua intelectualidade; mas pela sua firmeza e humildade em divulgar, e sustentar a PALAVRA DO SENHOR NOSSO DEUS COMO ELA É.

Estes, não estão preocupados em ter uma boa agenda, um bom aceite em meio a uma fé embasada no materialismo, na prosperidade, nos primeiros lugares nas Sinagogas, em falar aquilo que os do meio querem ouvir, mas falar aquilo que o Soberano quer que fale.

CONQUANTO,  estão aos pés do TODO PODEROSO SENHOR DOS CÉUS E DA TERRA, ouvindo-O, e fazendo a Sua vontade.

Hoje, o contexto a qual vive e passa a Igreja é bem conhecida, com os calos básicos, os quais se não os reconhecermos, e tomarmos uma atitude severa no combate a estes males que destoam da fé, fatalmente se cumprirá o prenúncio do Senhor Jesus Cristo:

"Quando porém vier o Filho do Homem encontrará fé na terra?" (Lucas 18.8)
No entanto, ainda que a avalanche de heresias avassale a terra, ainda há homens e mulheres de Deus que arvoram a sua bandeira em defesa da fé; 

Pela belíssima lição terminada hoje, iremos transcrever o artigo chamativo do verso da capa da Lição:"A OBRA DA SALVAÇÃO".

A RAZÃO DE NOSSA FÉ
Chegamos em um período de tempos nebulosos: Corrupção, inversão de valores, desvalorização da família tradicional, intolerância religiosa, heresias e tantos outros problemas que tem afetado nossa sociedade e igreja.
O que podemos fazer para declararmos nossa fé, e continuarmos sendo sal e luz do mundo?
Credo, confissão de fé, regra de fé ou declaração de fé são declarações autorizadas das Escrituras Sagradas aceitas e reconhecidas por uma igreja ou denominação.
O atual contexto social e politico por si só exige uma definição daquilo que a igreja crê e daquilo que professa desde as suas origens. como membros do corpo de Cristo não podemos nos conformar com esse mundo, e devemos mais do que nunca reafirmar doutrinas básicas e declarar nossa fé em Cristo Jesus.
CPAD 

EIS A QUESTÃO DA RAZÃO DE NOSSA  : O que podemos fazer para declararmos nossa fé, e continuarmos sendo sal e luz do mundo?


INTRODUÇÃO:

A história da humanidade foi escrita por homens que ousaram se contrapor a sistemas que lhes eram desfavoráveis não só a si mesmos, mas também a uma elevada parcela das comunidades onde viviam.

Eles acreditavam em seus ideais, lutavam por eles, e até em diversas situações morreram por eles.

Homens como Martim Lutero que ousou enfrentar a igreja/estado e seus governantes para reafirmar que o Justo viveria pela fé, e dela jamais poderia se afastar.

Sua vida não teve por preciosa, pois preciosa era a fé que lhe queimava a alma, invadia o ser, e o levara sem receios a se expor com suas teses perante um domínio férreo.

Quinhentos anos se passaram (1517 - 2017) desde que Martim Lutero escreveu o seu nome na história, muito embora o nome que ele queria preservar era o do Senhor Jesus Cristo, e a fé verdadeira Nele.

Desde então, ao longo dos anos a fé nunca deixou de sofrer ataques acintosos pelos conhecidos inimigos dela como sempre o fizeram; mas, o estrago maior na vinha da fé na PALAVRA DO SENHOR vem dos ataques sutis das pequenas raposinhas de casa, as quais levarão a destruição de toda a vinha.

Parece-nos que a conotação contextualizada de que um pouquinho de fermento NA FÉ leveda toda a massa é inócua e sem valor algum até mesmo para nós “ditos” entendidos do Escriturado Bíblico?

As heresias de ocasião permeiam o caminho da fé usando títulos de impacto emocional, com promessas infundadas, para atrair adeptos, como na famigerada Teologia da Prosperidade.

Até mesmo o positivismo, o determinismo, e o Senhor nosso Deus só quer o meu coração voltaram à tona; onde pratos requentados de outros tempos são servidos com uma roupagem diferente, mas a essência e os fins são os mesmos (desvios da fé, heresias de ocasião).

Porque, nós COM ACESSO aos meios mais avançados de comunicação de massa social não elevamos nossas vozes, como Martim Lutero elevou pregando suas noventa e cinco teses DA FÉ  em um só local, mas que repercutiram no mundo antigo; e nós com o martelo e os pregos da PALAVRA DE DEUS nas mãos não pregamos SEM FERMENTO para o mundo todo ver e ouvir?


CRÔNICA

A igreja do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo ao longo de sua história tem sido alvo das mais incontáveis e sangrentas batalhas no sentido de apoderem-se dela, e das suas verdades salvíficas.

Os sistemas religiosos nos idos de outrora, nas mãos de clérigos inescrupulosos para deterem o seu poder em torno de um nome, cometiam as mais indizíveis barbáries. A igreja confundia-se com o estado, e o estado com a igreja.

Milhares de vidas preciosas foram perdidas tanto na defesa da fé, como na prática dela.

Os anos de se passaram, as lutas continuaram, e continuam hoje com uma roupagem diferente, mas o objetivo é o mesmo de auferir poder, status e ganhos.

Ainda se morre literalmente pela prática da fé evangélica, mas, a maior perda de vidas é espiritual, e se traduzem pelo engano, pelas heresias e manipulações  das massas; utilizando-se indevidamente do nome de Deus constrói-se impérios, sistemas em que o dono não é o Senhor Jesus Cristo, e nem os necessitados obtêm auxilio destes.

HÁ UMA CONSTATAÇÃO: O povo do Senhor continua sendo destruído por falta de conhecimento da forma como o fora nos tempos do profeta Oseias (4.6).

Há um abismo que separa o céu do inferno, o santo do profano, e o puro do impuro. Para que se obtenha dividendos materiais dos desinformados, estreita-se a porta do inferno, e alarga-se a porta dos céus.

 A palavra do Senhor é assassinada a céu aberto; milhares de almas por falta do pão da verdade bíblica estão chafurdando-se na lama da vaidade; e a diferença de quem serve a Deus do que não O serve, não existe mais como dantes.

A igreja do Senhor Jesus Cristo ESTÁ A OLHOS VISTOS nos tempos da igreja de Laodiceia, é um retrato fiel do materialismo, da cegueira espiritual, onde as vestes espirituais, como as vestes literais em nada lembram a simplicidade, a coletividade e a unidade, mas sim o individualismo e a não fraternidade.

O templo do Senhor outrora suntuoso em Cristo, fundamentado com as pedras preciosas da humildade, do temor, da reverência e da piedade, nos dias de então jazia e jaz em opróbrio, com as bases fendidas, e em GRANDE DIFICULDADE ESPIRITUAL.

A Magnifica Pedra de Esquina, a qual dá sustentação a esta salvífica obra, com o tempo está aos poucos sendo esquecida, e por tantos de nós até renegada.

Não só os edificadores que a rejeitaram, mas até nós que viemos a sermos unidos e balizados por ela, estamos nos afastando Dela.

O amado Espírito Santo está do lado de fora da igreja, e o que mais dói, é que a falta da presença Dele nem é notada.

A Igreja do Senhor outrora avivada no seu Espírito, hoje é um arremedo do que fora dantes, pois está mais para um clube social, com desfile de modas, encontro de chás, mates, tricô e croché. temos nome de que vivemos, mas estamos na UTI da existência espiritual em nosso amado Senhor Jesus Cristo.

No dia 24/01/2014 editamos um artigo falando a respeito deste assunto, onde segue uma pequena sinopse, e o artigo todo no link abaixo:

http://luisdornelesdeoliveira.blogspot.com.br/2014/01/um-grito-pela-vida-da-igreja.html
O perfeitíssimo diagnóstico vem a acertar bem no alvo do por que um organismo que está sendo abastecido e em grande crescimento está definhando na UTI  da história da existência espiritual.
A igreja que tem como principal característica a preocupação com a glória de Cristo é a que está avivada espiritualmente,  muito embora seja um pequeno rebanho.

O contraste é com aquela que está preocupada com a glória do homem, muito embora seja a que mais cresce fisicamente é a que está moribunda e desprovida da glória divina.

Onde colocamos os nossos "eus" não negados acima da fórmula bíblica da humildade e da coletividade, damos lugar para vaidades nas suas individualidades. O Pai não opera avivadamente em um organismo que não está preocupado com a sua glória e não a com a glória Dele; onde o brilho não é o Seu, mas o com o brilho do mundo.

SINOPSE DO LIVRO
O número de crentes está aumentando, mas não podemos chamar este crescimento de avivamento.

A história dos avivamentos mostra que em alguns casos , a igreja até diminuiu de tamanho pela chegada poderosa do Espírito Santo. Pois a presença de Deus faz com que muitos se descubram equivocados no seio da igreja.

O DIAGNÓSTICO DO LIVRO
Antes que chegue a abundância de frutosé necessário  considerar o tempo de cortar os ramos das plantas.

Que Deus nos traga o tempo da podadura espiritual a fim de que se defina "QUEM É QUEM" no Reino de Deus.

A partir dai os frutos serão maduros. Quando isto acontecer, teremos uma igreja realmente viva.


Quem sabe em um novo conserto, UMA NOVA REFORMA (transformação) DE NOSSAS MENTES não poderemos REAFIRMAR A FÉ, e acharmos o Livro da Lei do Senhor perdido dentro de casa (2 Crônicas 34:1-33)?

Quem  sabe como filhos pródigos, não possamos CAIRMOS EM NÓS MESMOS e dizermos: Pecamos contra o NOSSO PAI, o que de nada nos adiantou, voltando a casa d'ELE como servos, e ELE fará uma festa para nos receber, com vestes e sandálias novas para vestirmos, e uma NOVA ALIANÇA para O honrarmos?

Ao longo da história cristã, para que se mantivesse a casa de pé, fora preciso um esforço de obstinados heróis da fé, com sangue, suor e lágrimas; se não nos esforçarmos e perseverarmos com a mão no arado, até aquilo que temos, perderemos.

Quinhentos anos se passaram (1517-2017) depois de Martim Lutero ter colado as suas noventa e cinco teses (...); neste ínterim, tantos outros heróis da fé gastaram e até perderam às suas vidas em uma luta sem quartel para que a Casa do Senhor ficasse conforme a vontade e teses Dele.

DA DIVISÃO:

Assim como o povo de Israel se dividiu com Roboão e Jeroboão às tribos, hoje o povo a cada dia que passa está mais dividido e o Livro da Lei outrora guardado no nosso coração, está sendo perdido dentro dele.

É preciso estancarmos esta sangria, onde o sangue vertido da fé está se perdendo nos cadafalsos da grande mídia, dos pequenos templos, e nas ruas, da indiferença, do abandono e do ocaso.

DA UNIÃO

Na divisão de Israel o povo perdeu a unidade, Toda casa dividida jamais prosperará! (ossos secos) - É preciso unir esforços, revendo princípios esquecidos, e até mesmo aparando arestas para que a Glória da Segunda Casa Seja Maior do que a Primeira.

DAS TESES
Nenhuma pretensa tese teria efeito se o seu fim não fosse coadunar com às coisas D'ELE, nas suas causas, nos seus efeitos, pois:

"Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém."
Romanos 11:36

Temos a consciência que somos ínfimos no estudo das verdades do Eterno; mas de maneira nenhuma nos omitiríamos de unirmos nossas vozes ao rol daqueles que tem se dedicado com esmero trazer ao lume a essência viva do cerne da fé no Senhor Jesus Cristo: " Humilde e manso de coração".

Como um mero elo na corrente da união desta nobre causa, queremos sermos partícipes deste embate, com a certeza que a Igreja do Metre Amado é que irá auferir dividendos para toda a eternidade.

DE UMA SÓ FÉ
Sempre foi e sempre será o fiel objetivo de todo cristão que almeja um dia estar com ELE.

Com este auspicioso projeto de fé nas Palavras do Pai, é que em nome do Filho possamos estudarmos e nos unirmos em uma só fé.

DA BASE
A base da luta de tantos heróis da fé, como a qual Martim Lutero lutou, não pode diferir do Escriturado Bíblico, que:

Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá pela fé. Romanos 1.17

Porquanto, estamos trazendo a evidência cinquenta pontos, os quais concordamos que são cruciais a serem debatidos exaustiva e enfaticamente nos seminários e oficinas Bíblicas; e quem sabe quiçá em um encontro a nível de Brasil ou mais, visando os ajustes tão necessários nas coisas que são de Deus.

DOS PONTOS:

1º) O JUSTO VIVERÁ PELA FÉ: e ou através da fé (Rm 1.17): deve ensejar que tudo o fizer deverá (na medida do possível) ser de acordo, ou acordar com a fé. Isto está correlacionado diretamente ao que o Apóstolo Pedro preconizou:

Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus; se alguém administrar, administre segundo o poder que Deus dá; para que em tudo Deus seja glorificado por Jesus Cristo, a quem pertence a glória e poder para todo o sempre. Amém. (I Pedro 4.11)."

2º) OLHANDO PARA O AUTOR E CONSUMADOR DA FÉ: A fé não está ligada a homens, objetos ou misticismos; pois O é nosso advogado junto ao Pai (I João 2.1), e o único mediador entre Deus e os homens (I Timóteo 2.5); pois está sempre a nossa disposição a destra do trono de Deus:

"Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus. (Hebreus 12.2)

3º) JESUS CRISTO É O CABEÇA DA IGREJA: A Igreja do Senhor Jesus Cristo está sujeita a ELE e a Sua Palavra, pois é o Dono da Igreja

Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por ele e para ele.
E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele.
E ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência.
Colossenses 1:16-18

4º) O  HOMEM DESIGNADO POR DEUS É O MORDOMO DA SUA IGREJA

Enquanto não tomarmos a consciência e aplicarmos as resoluções dela, em que somos apenas mordomos do Senhor na casa Dele, e que ela não é cabide de empregos, feudo familiar com os seus nepotismos, e para que se aufira lucro dela (locupletação), estaremos sendo partícipes diretos para que na vinda do Filho Homem NÃO SE ENCONTRE FÉ NA TERRA.

Paulo, apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus, aos santos que estão em Éfeso, e fiéis em Cristo Jesus:
A vós graça, e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo!
Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo;
Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor;
E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade,
Para louvor da glória de sua graça, pela qual nos fez agradáveis a si no Amado,
Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a remissão das ofensas, segundo as riquezas da sua graça,
Que ele fez abundar para conosco em toda a sabedoria e prudência;
Descobrindo-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito, que propusera em si mesmo,
De tornar a congregar em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra;
Efésios 1:1-10

4º) HOMO-AFETIVIDADE: É um direito de livre-escolha dos seus adeptos. A constituição garante o direito de ir e vir; da mesma forma que onde termina os meus direitos, começa o meu dever de respeitar os direitos do meu próximo.

Cada um de nós tem o direito de escolhermos o nosso credo, e isto a constituição também nos assevera. Da mesma forma os contrários a fé de uns devem respeitar a fé de outros. Isto, não quer dizer que seja uma acepção de pessoas, mas uma questão de escolha de cada um; conquanto, às escolhas canalizam os seus fins.

Hoje, é de exemplar observação que já existem credos com templos que canalizam os seus seguidores conforme a sua efetiva e afetiva vontade; não sendo empecilho algum cada um escolher onde praticar o seu credo com os seus pares, sem interferir nos dos outros.

Conquanto, sugestiona-se criar uma comissão parlamentar evangélica, e ou "pentecostal", para legalizar (intentar criar uma lei), para canalizar os seus direitos, sem ferir os do seu próximo.

Outrossim, de maneira nenhuma quer dizer que se faz acepção de pessoas homo-afetivas de assistirem  no temor a Deus os cultos nos templos, pois devemos amá-los e não rejeitá-los, mas sim evitar constrangimentos de ambas as partes, no que tange ferir a fé professada no Santo Livro de "A" ou de "B".

Acreditamos fielmente que com diálogo tudo se acerta para o bem de todos e em paz, sem mortos ou feridos.


5º) AS DOUTRINAS DE SALVAÇÃO E AS SUAS CINCO TESES BÁSICAS

Não é por um mero acaso que se propõe colocar em cheque list tudo aquilo que nos afasta do Senhor nosso, bem como aquilo que nos aproxima Dele.

Na faculdade da vida secular existem ítens básicos a serem observados para que que obtenha a permanência dela.

Na faculdade da vida espiritual da mesma forma QUEM NÃO NASCER DE NOVO não pode ver o Reino de Deus; o que inclui nascer da água e do Espírito.

Se para nós ditos cristãos é matéria básica esta questão, porque ela está sendo deixada de lado, vista com indiferença, raramente pregada?

Será que nós não temos a culpa direta e indireta de tantas e tantas almas que estão presas a heresias venham perder por nossa causa a vida eterna?

Será que como Pilatos lavamos as mãos, jogamos a água fora, e com com ela a nossa culpa?

Se a nossa velha maneira de pensar e agir não for transformada como poderemos agradar ao Senhor nosso Deus (Romanos 12. 1 e 2)?

HÁ UMA NECESSIDADE INDISCUTÍVEL de revermos com TODO O CUIDADO os termos designados pelo Senhor nosso Deus para que se encontre com Ele, e com se obtenha a vida eterna.

As Doutrinas de Salvação RESUMIDAMENTE são: justificação, regeneração, adoção, santificação e glorificação.

O tema é o mais básico e simples possível de entender-se: NÃO HÁ GLORIFICAÇÃO SEM SANTIFICAÇÃO; pois SEM A REGENERAÇÃO NÃO HÁ ADOÇÃO!

A regeneração implica diretamente na renúncia sem reservas de sermos o que éramos antes: soberbos, vaidosos, sujeitos aos frutos da carne. Sem essa base (renúncia) como seguiremos com o Senhor Jesus Cristo eternamente?

Em sendo sal da terra e luz do mundo é sinal que nos separamos do mundo, muito embora nele AINDA ANDE E VIVA.

A constatação é tão óbvia que é constrangedor lembrar que SOMOS PEREGRINOS NA TERRA; que a nossa cidadania é CELESTE; por quanto, não estamos sujeitos a cultura da terra, mas a cultura do céu.

Dei-lhes a tua palavra, e o mundo os odiou, porque não são do mundo, assim como eu não sou do mundo.
Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.
Não são do mundo, como eu do mundo não sou.
Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade.
João 17:14-17

Se não somos do mundo para sermos cidadãos do céu há que haver uma separação das coisas que são do mundo para QUE SEJAMOS ADOTADOS VERDADEIRAMENTE COMO FILHOS DE DEUS EM SANTIFICAÇÃO:

Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?
E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel?
E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.
Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor;E não toqueis nada imundo,E eu vos receberei;
E eu serei para vós Pai,E vós sereis para mim filhos e filhas, Diz o Senhor Todo-Poderoso.
2 Coríntios 6:14-18

E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.1 Tessalonicenses 5:23


 CONCLUSÃO:

Há que se discutir sem reservas OS TERMOS BÁSICOS DE SALVAÇÃO!

Se nos omitirmos de fazer tal processo estaremos inclusos no quem a muito é dado, MUITO SERÁ COBRADO; pois estaremos COM A OPORTUNIDADE NAS MÃOS, mas a INDIFERENÇA no coração.

A glória da segunda casa EM HUMILDADE será maior do que a primeira.

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

UMA ESTRADA PARA DAMASCO - AS ESCAMAS NOS OLHOS - O PERSEGUIDOR PERSEGUIDO


Nos anais do Santo Livro se encontra o registro de uma das mais BELAS E EXEMPLARES histórias de conversão a verdadeira fé cristã.


Saulo de Tarso, da tribo de Benjamim, Fariseu de Fariseus, doutor da lei, criado aos pés de Gamaliel, membro do Sinédrio (e ou a serviço dele - milícia religiosa), perseguidor dos cristãos tinha cartas especificas para Damasco na Síria, onde iria trazer manietados ou até mortos cristãos de peso para os levar presos para Jerusalém.

Lá eles seriam julgados pelo Sinédrio segundo às suas acusações; no entanto já prematuramente condenados.

Na estrada para Damasco, próximo a cidade, ele tem UM ENCONTRO que transformaria a sua vida para todo o sempre:

E, indo no caminho, aconteceu que, chegando perto de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu.
E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues?
E ele disse: Quem és, Senhor? E disse o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro é para ti recalcitrar (DEMONSTRAR RESISTÊNCIAS) contra os aguilhões (GUIADA OU GUILHADA PONTE AGUDA PARA CONDUZIR BOIS).
Atos 9:3-5
As lições que tiramos desta história é que quando perseguimos a quem o Senhor Jesus Cristo escolheu, a ELE PERSEGUIMOS. Muito embora sejamos comissionados, jamais a comissão pode sobrepor às escolhas DELE.

Saulo fora cegado por uma luz muito forte; ele julgava por aquilo que ele via com os olhos carnais; pois sua visão espiritual estava encoberta precisando de uma cirurgia divina para ver aquilo que não podia ver.

Como posso ser servo do Senhor nosso Deus me sobrepondo EM JULGAMENTOS a aquilo que pertence a ELE?

A luz DA JUSTIÇA que NELE HÁ não nos permite  como servos de Deus andar nas trevas; porque se andarmos ainda nas trevas da perseguição, SOMOS CEGOS ESPIRITUAIS, precisando que nos caia as escamas dos olhos, pois não vemos, e não cumprimos o maior de todos os mandamentos: "Ama ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, (...), e ama a teu próximo como a ti mesmo".

Outra vez vos escrevo um mandamento novo, que é verdadeiro nele e em vós; porque vão passando as trevas, e já a verdadeira luz ilumina.
Aquele que diz que está na luz, e odeia a seu irmão, até agora está em trevas.
Aquele que ama a seu irmão está na luz, e NELE NÃO HÁ ESCÂNDALO.
Mas aquele que odeia a seu irmão está em trevas, e anda em trevas, e não sabe para onde deva ir; porque AS TREVAS LHE CEGARAM OS OLHOS.
1 João 2:8-11
Tudo aquilo que semearmos, daquilo colheremos; porque, quando mais nos é dado, mais nos será cobrado. DE PERSEGUIDORES (em trevas) NOS TORNAMOS PERSEGUIDOS.

Nem adianta apelarmos para o salvo conduto em nossa defesa no contexto do Sermão da Montanha, pois estaremos pagando a perseguição COM A PERSEGUIÇÃO justamente:

Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;
Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa.
Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós.
Mateus 5:10-12

Se não negarmos a nós mesmos, para que o eu interior SEJA MORTO com jejum e oração aos PÉS DO SENHOR por no mínimo três dias (Atos 9), NÃO SAIREMOS DAS TREVAS.

PORQUANTO, um dia, em uma das estradas dos Damascos da vida, inevitavelmente teremos um encontro com o Senhor Jesus; reconheceremos obrigatoriamente o senhorio DELE sobre todas às coisas, pois a luz que Nele há jamais nos permitirá que andemos nas trevas da perseguição, do desamor. 

Saulo de Tarso caiu do cavalo estatelando-se no chão; os aguilhões o haviam cutucado de uma maneira sem volta. Saulo ao ouvir a voz do Senhor Jesus Cristo dizendo: Saulo, Saulo, porque tu me persegues? - logo entendeu que aquela VOZ não provinha de um mero cristão, mas DAQUELE QUE DAVA NOMES A ELES.

Sem a vida transformada, a humildade aplicada, e a fé consumada condignamente na pessoa amada do Senhor Jesus Cristo, não alcançaremos a tão almejada vitória.

Se  para o Senhor Jesus vivermos, para ELE diante do mundo morreremos; de nada adianta ganharmos o mundo inteiro e perdermos a nossa alma.

DE NADA ADIANTA sermos orgulhosos, vaidosos,  perseguidores, conhecedores da lei mas vivendo fora dela, ter a aparência de servos da fé, mas não nos submetermos aos mandamentos dela (ama a teu próximo como a ti mesmo).

PORQUE: O Filho do Homem virá na Glória de Seu Pai, com os santos anjos, e julgará a cada um de nós segundo às nossas obras.

Do que nos serviria sermos resistentes contra PALAVRA DE DEUS, SE O AGUILHÃO DELA infalivelmente nos alcançará, mais dias, menos dias?

A palavra do Senhor nos admoesta que um dia, diante DELE todo o joelho se dobrará; de julgadores seremos julgados.

Porque está escrito:Como eu vivo, diz o Senhor, que todo o joelho se dobrará a mim,E toda a língua confessará a Deus.
De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus.
Assim que não nos julguemos mais uns aos outros; antes seja o vosso propósito não pôr tropeço ou ESCÂNDALO AO IRMÃO.
Romanos 14:11-13

O SINÉDRIO

Porque julgo eu o servo alheio?
Quem és tu, que julgas o servo alheio? Para seu próprio senhor ele está em pé ou cai. Mas estará firme, porque poderoso é Deus para o firmar.
Romanos 14:4
Assim sendo, criamos INJUSTAMENTE um Sinédrio (Tribunal Religioso), nos colocamos na cadeira de Moisés, na qual arbitramos a nosso bel-prazer, esquecendo-nos que É O SENHOR QUE DARÁ A CADA UM DE NÓS SEGUNDO ÀS NOSSAS OBRAS.

Do Senhor é os céus e a terra e tudo o que nela há; ao Filho Amado concedeu TODO O PODER E AUTORIDADE sobre os céus e a terra:

Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém. 
Romanos 11.36
O Seu Senhorio, a Sua Autoridade permeia a Sua Igreja; OS FILHOS DELA, são filhos da Palavra do Senhor nosso Deus que vem através dela.

Através da Igreja do Senhor Jesus Cristo o seu Reino é pregado, o evangelho anunciado, a libertação efetivada, e a salvação confirmada.

O SEU REINO

Parece-nos uma palavra dura, a qual estamos DESCREVENDO; NO ENTANTO, ela roeu primeiramente em nós mesmos; não veio de nós, MAS A NÓS VEIO.

Jamais poderia ousar ESCREVER o que não devo escrever.

Quem sabe havia eu esquecido que o Senhor nosso Deus tudo vê, e NELE não há injustiça?

ELE não vê como o mundo vê e nele age. Muito embora esteja ELE nos céus, e eu na terra, O SEU REINO, O SEU AMOR, A SUA JUSTIÇA está no meio de nós:

E, interrogado pelos fariseus sobre quando havia de vir o reino de Deus, respondeu-lhes, e disse: O reino de Deus não vem com aparência exterior.
Nem dirão: Ei-lo aqui, ou: Ei-lo ali; porque eis que o reino de Deus está entre vós.
Lucas 17:20,21

CONCLUSÃO:

Fora-nos acordados as quatro e pouco da madrugada, e desde então o que assim nos veio, assim o escrevemos.

O que foi descrito abrange o Reino do Senhor como um todo.

Certamente O SENHOR com este artigo quer nos aperfeiçoar, nos preparar para sermos dignos de estarmos EM GLÓRIA NA SUA GLÓRIA.


quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

IDE, FAZEI DISCÍPULOS DE TODAS AS NAÇÕES

O meu povo foi destruído porque lhe faltou conhecimento; ... (Oséias 4.6)

Se não houver o conhecimento e quem o ensine, a destruição é certa. 

Neste prisma, com esta ótica é primordial fazer discípulos  para que ensinem conforme a Palavra já verbalizada:

Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; 
Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.
 Mateus 28:19, 20
O grande e crucial problema é o ensino mal formulado, a Palavra torcida, e o povo enganado
 Vós, portanto, amados, sabendo isto de antemão, guardai-vos de que, pelo engano dos homens abomináveis, sejais juntamente arrebatados, e descaiais da vossa firmeza;
Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém.
2 Pedro 3:17,18


Sem o conhecimento da verdade não há libertação, separação e consagração.
E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.
João 8:32
Para tanto, o Senhor Jesus Cristo organizou e estruturou a sua igreja prevendo os problemas que certamente viriam:

E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores,
 Efésios 4:11

PARA QUE?

Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo;
Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo,
Efésios 4:12,13

UM CRISTIANISMO SEM SAL

Quinhentos anos se passaram desde que Martim Lutero tomando a frente de gerações, com coragem, fé e determinação apregoou as noventa e cinco teses nos murais da história, mudando o rumo de um cristianismo amorfo e comprometedor.

Do alto do Escriturado Bíblico ele teve a convicção de que: " O Justo viverá da fé" (Hebreus 10.38).

Desde então, a arte do engano seja por desconhecimento ou por diversos outros motivos contrários a Palavra do do Senhor nosso Deus, o povo tem sido refém das mais mirabolantes teses "teológicas", às quais tem desvirtuado o legado da fé, encaminhado gerações para beira do abismo.

Quem não lembra da famigerada Teologia da Prosperidade, a qual este blog exaustivamente combateu?

O homem materialista, apegado aos deleites da terra, o qual havia nascido de novo (espiritualmente), faz o caminho inverso, voltando as práticas antigas.

O FAZER DISCÍPULOS, MULTIPLICAR ENSINADORES DA VERDADE

Sem o conhecimento da verdade e da prática dela, e não havendo profecia, o povo se corrompe, ficando a mercê de heresias de ocasião.

A grande oferta, a que não sai nunca de cartaz, mas só troca de roupagem é UMA PROMESSA DE LIBERDADE, riqueza e prosperidade.

Pois, proferindo palavras arrogantes de vaidade, nas concupiscências da carne, engodam com dissoluções aqueles que apenas estão escapando dos que vivem no erro,
prometendo-lhes a liberdade, quando eles mesmos são escravos da corrupção; porque o homem é feito escravo daquele por quem há sido vencido.
2 Pedro 2:18,19

Isto, vem bem ao gosto do jeito fácil, o qual anseia a humanidade. "Ninguém" quer saber de porta estreita ou de caminho apertado; mas sim das benesses que satisfaçam os anseios da carne.

Porque, assim como é o povo, assim será o sacerdote (Oséias 4.9); 
NO ENTANTO:
Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor.
 Gálatas 5.13

CONQUANTO, se não fizermos discípulos segundo a Palavra do Senhor nosso Deus, maior será a ceara, e pouquíssimos os ceifeiros.

Se não houver uma verdadeira conversão, tendo como fruto disso ensinadores comprometidos com esta palavra, será que haverá fé na terra quando da volta do Filho do Homem? (Lucas 18.8).

Se é ministério, seja em ministrar; se é ensinar, haja dedicação ao ensino;
Romanos 12:7
Ensinar e guardar a Palavra do Senhor é uma questão de amor, de dedicação, e de perseverança.

Nunca devemos esquecer que como ensinadores, não estamos fazendo discípulos com a insignia do nosso nome, satisfazendo o nosso ego ou o de quem quer que seja, mas sim discípulos do Senhor Jesus Cristo, humildes e mansos de coração.

Verdadeiros ganhadores de almas para Cristo; homens e mulheres servos do Deus vivo e verdadeiro.

Parece-nos uma palavra dura, mas a realidade requer que venhamos a tomar um choque para ficarmos alerta, de que para a salvação há que se requerer o cumprimento da Palavra do Senhor nosso Deus.

O que nos deixa a esperança é que um dia o amado Espírito Santo possa nos convencer do erro, e com isso alcançarmos as promessas de vida eterna, pois a Glória da segunda casa será maior do que a primeira.


sábado, 25 de novembro de 2017

SODOMA, GOMORRA, A SODOMIA, OS MIDIANITAS E A IGREJA DO SENHOR JESUS CRISTO - OFICINA 01

Figura Ilustrativa - Ao seu autor sejam dados todos os méritos
As origens Bíblicas (Gênesis) nos revelam no passado o que não pode ser falado no presente.

Há um tabu que quer manter em obscuro uma realidade que transpassa os séculos e aporta em nossos dias com os mesmos fins, os quais poucos escritores aventuram-se a a descrever a sua história.

Sodoma e Gomorra foram varridas do mapa pelo fogo Divino provindo dos céus, mas os seus relatos estão registrados em memória de opróbrio, qualificado como grande desonra pública, uma degradação social, uma vergonha, um vexame.

Para que possamos tomar conhecimento dos atos e fatos ocorridos naqueles dias é necessário que se percorra o caminho da história, pois sem ele seria uma tradição, uma lenda, e não uma verdade, um exemplo reprovável sem local, e sem memória condigna de história.

Como tudo começou, o Livro de Ezequiel nos mostra os porque's das abominações que se sucederam:


Eis que esta foi a iniquidade de Sodoma, tua irmã: Soberba, fartura de pão, e abundância de ociosidade teve ela e suas filhas; mas nunca fortaleceu a mão do pobre e do necessitado.
E se ensoberbeceram, e fizeram abominações diante de mim; portanto, vendo eu isto as tirei dali.

Ezequiel 16:49,50

SOBERBA: Falta de humildade, orgulho e vaidade. Preocupava-se só consigo mesmo; não era *hospitaleira com os pobres, com os necessitados.
No item falta de hospitalidade, o Senhor registra Sodoma em Mateus 10. 11 a 15.
FARTURA DE PÃO: As campinas do Jordão até Sodoma onde Ló armou a sua tenda quando se apartou de Abraão, eram ricas em água, pasto e cereais (Gênesis 13).
ABUNDANCIA DE OCIOSIDADE: Com tudo nas mãos, pouco precisavam se preocupar em trabalhar; ficavam ociosos, nas festas, nas orgias, nas abominações. (perversão sexual).


Por incrível que se pareça, A Carta do Senhor Jesus Cristo ao Anjo da Igreja do tempo do fim Laodiceia (cidade destruída por um terremoto em 14 DC, e 60 DC),  nos reporta às mesmíssimas condições terminais de Sodoma e Gomorra:


Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido (SOBERBA), e de nada tenho falta (ABUNDÂNCIA DE BENS MATERIAIS, OCIOSA)e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu (ABOMINÁVEL);
Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez (TINHA PERDIDO A VERGONHA, A NUDEZ EXPOSTA); e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas.
Apocalipse 3:17,18

A NUDEZ: Exposição do corpo, da carne, lascívia, sensualidade.
Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas roupas, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas.
Apocalipse 16:15
Já Flávio Josefo em seu Livro A História dos Hebreus, reporta detalhadamente em apoio ao Escritura Bíblico:

Os anjos que chegaram a Sodoma, e Ló, a exemplo de Abraão, também se mostrou muito atencioso para com os estrangeiros, rogando-lhes que ficassem em sua casa. Os habitantes dessa detestável cidade, vendo-os tão belos e tão apresentáveis, pediram a Ló, em cuja casa eles haviam entrado, que os entregasse, para que se servissem deles. Esse homem justo censurou-os, rogando-lhes que tivessem mais compostura, que não lhes fizessem injúria alguma, ultrajando os estrangeiros que estavam hospedados em sua casa, e que não violassem em suas pessoas os direitos de hospitalidade. Acrescentou que, se essas razões não os persuadissem, ele preferia entregar as próprias filhas. Mas nem isso os convenceu. Deus contemplava com olhares de cólera ousadia daqueles celerados, e feriu-os com tal cegueira que não puderam achar a saída da casa de Ló.
Do Livro A História dos Hebreus, página 95

O que a palavra do Senhor nosso Deus nos diz a respeito deste mesmo assunto: 

E chamaram a Ló, e disseram-lhe: Onde estão os homens que a ti vieram nesta noite? Traze-os fora a nós, *para que os conheçamos.
Então saiu Ló a eles à porta, e fechou a porta atrás de si,
E disse: Meus irmãos, rogo-vos que não façais mal;
Eis aqui, duas filhas tenho, que ainda não conheceram homens; fora vo-las trarei, e fareis delas como bom for aos vossos olhos; somente nada façais a estes homens, porque por isso vieram à sombra do meu telhado.
Gênesis 19:5-8
Observação: *para que os conheçamos refere-se a conjunção carnal, neste caso sexo contrário ao natural.

Para que não haja dúvidas daquilo que estamos nos propondo a escrever, e não se fuja da veracidade dos fatos, estamos transcrevendo os registros idôneos dos quais se tem acesso e posse; como no Dicionário da Wikipédia:

O relato bíblico sobre Sodoma, Gomorra e cidades vizinhas, que foram destruídas por Deus por causa da terrível perversão sexual de seus habitantes. (Gênesis 18:20-19:29) O versículo 7 do livro bíblico de Judas diz: “Sodoma e Gomorra, e as cidades em volta delas, tendo cometido fornicação de modo excessivo e tendo ido após a carne para uso desnatural, são postas diante de nós como exemplo de aviso.” Deus não havia dado nenhuma lei moral ao povo de Sodoma e Gomorra. Mas como todos os humanos, eles haviam recebido de Deus a faculdade da consciência. Assim, Ele podia com toda a razão considerar aquelas pessoas responsáveis por suas ações. (Romanos 1:26, 27; 2:14, 15) De modo similar, eram considerados todos os humanos responsáveis por suas ações, quer aceitem sua Palavra, a Bíblia Sagrada, quer não. — 2 Tessalonicenses 1:8, 9
https://pt.wikipedia.org/wiki/Sodoma_e_Gomorra

O termo sodomia que hoje temos registrado refere-se às suas origens, como bem vemos:

O que é sodomia?
Sodomia é uma palavra de origem bíblica usada para designar atos praticados pelos moradores da cidade de Sodoma. Por muitos anos sodomia vem sendo interpretado por diversos segmentos religiosos como as perversões sexuais, com ênfase para o sexo anal, que pode ser entre homossexuais ou heterossexuais, mas também pode designar sexo entre homens e anjos, falta de hospitalidade e até estupro coletivo.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Sodomia

Em outra interpretação, amenizando as causas, é dito que sodomia era um ato de estupro sodomita para humilhar os indesejados viajantes aos quais eles não queriam hospedar


OBSERVAÇÃO: Nesse comparativo entre Sodoma, Laodiceia e os dias de hoje, às semelhanças não são um prenúncio de que quando as coisas estão nos seus limites de tolerância, os pesos e as medidas de juízo não seriam os mesmos tomados por Deus? 

AS MAZELAS, SEQUELAS E TREJEITOS SODOMITAS
Procurar uma linguagem abstrata, uma forma delicada de falar aquilo que fere os brios, entra na esfera imoral COMO AMORAL FOSSE; que está ao meio da sociedade, do povo cristão como se ali não estivesse, é um desafio muito difícil de sustentar.

E por incrível que se possa imaginar há pensamentos e divulgações de peso "crível" que em meio a quatro paredes, entre casais tudo é possível. E ou seja: o que é perversão pela palavra do Senhor perde o seu efeito desde que esteja sustentado por uma certidão de casamento e um par de alianças.

O que o cristão "teria" o desejo de fazer nos prostíbulos lá fora, ele faz com o cônjuge em casa para não ir fazer fora, sem impureza alguma. Será mesmo?  

Os limites seriam ilimitados; as fronteiras entre o puro e impuro seria uma tênue linha que se empurra ao sabor dos ventos do desejo da carne para o lado que se quer?

Que fazer com o:

Examinai tudo. Retende o bem.
Abstende-vos de toda a aparência do mal.
E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. 
1 Tessalonicenses 5:21,22 e 23
 Os quais, conhecendo o juízo de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem. Romanos 1:32
Até o matrimônio e o leito sem mácula foi canalizado somente para adultério, e não afunilado para pureza e santidade daqueles que foram escolhidos para estar eternamente com o Senhor Jesus Cristo. 

Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém, aos que se dão à prostituição, e aos adúlteros, Deus os julgará.
Hebreus 13:4

Parece-nos que há um DESCONHECIMENTO DE CAUSA, e ou um objetivo acentuado de dissolver os textos históricos bíblico alterando o seu contexto.

A sodomia, TERMO ORIGINADO da histórica bíblica está sendo propagada (apologia) impercebivelmente (por efeito subliminar) aos quatro ventos da mídia (midianitas), seja nas novelas, programas e afins; como também ATRAVÉS DA MODA realçando o invólucro em um apelo frenético em mostrar os contornos daquilo que está por dentro (vestes manchadas pela carne).

Não é de todo errado dizer-se que os fins justificam os meios; pois NA MODA sua grande maioria tem às suas origens no segmento que dá enfase a esta questão DE SODOMIA.

Há um ditado popular que: "A propaganda é a alma do negócio". Sem a propaganda não há o deslumbre (encantamento, fascínio), e sem o deslumbre não há "o" negócio. O que não é visto não é lembrado.

O efeito oculto, o efeito subliminar os quais esta condição propaga só é entendida eficazmente se ANTES DISSO entendemos como é que funciona A MENSAGEM SUBLIMINAR E A SUBLIMAÇÃO NOS SEUS EFEITOS divulgado neste blog em 23/08/2012: 

A consciência do subconsciente (termo figurado) onde armazena-se (memoriza-se profundamente) os dados está sendo trabalhada invisivelmente e inescrupulosamente sem que não nos demos conta disso. Desde a sua tenra idade as crianças na sua inocência já estão sendo manipuladas ao gosto do mensageiro oculto.
Um campo fértil; uma lavoura disponível aos encantos do semeador, que planta no presente para colher no futuro.
Felizmente, a tecnologia da informação não só semeia o impróprio, como também oportuniza ao viajante  conhecer  a verdade oculta, desde que este esteja disposto a tal coisa.
Neste post estaremos propiciando aos leitores que se dispuserem a ler, os princípios que regem o mundo da sublimação em que nós, o produto da vitrine, somos as marionetes virtuais.
O conceito de subliminar é anterior a este termo, mas o conceito moderno surgiu com James Vicary, um especialista em marketing americano, (...).
Segue no link abaixo: 
http://luisdornelesdeoliveira.blogspot.com/2012/08/a-mensagem-subliminar-e-sublimacao-nos.html 

A FICÇÃO E A REALIDADE

O bombardeio constante d'OS CANHÕES DE NAVARONE (um épico cinematográfico) afundava as naus de guerra com tripulações inteiras a beira da praia.

Protegidos e enfurnados na montanha íngreme, não havia contra-ataque que os atingisse; e assim, seguiam incólumes fazendo vítimas a quem deles se aproximasse.

Até que pela ousadia de abnegados soldados de guerra, COM A ESTRATÉGIA CERTA, os colocaram por terra.

OS CANHÕES DA NOVA MÍDIA (midianitas)

No clássico filme de época, às potentes lentes da cinematografia de entretenimento de então nos mostravam os horrores da destruição da guerra.

No entanto, havia o certo combatendo contra o errado; os valores requeridos não eram trocados.

Hodiernamente como comparação ao épico cinematográfico, por mais que lutem com galhardia indômita, os capitães destas bem aventuradas naus da fé, aos poucos estão sucumbindo ao fogo intenso e feroz do bombardeio dos canhões da NOVA MÍDIA (midianitas).

Do alto da montanha, nas suas altíssimas torres, os canhões potentes da imagem, com mira certeira, sorrateiramente estão destruindo às naus das famílias inteiras a beira da vinda do Senhor Jesus Cristo.

Queremos abrir um parentese: Louvamos a atitude e os esforços do Senador Magno Malta, do Pr Marcos Feliciano, e outros abnegados servos do Senhor que não poupam esforços em defesa da família. Que o Senhor vos recompense e abençoe.




OS MIDIANITAS

Como naqueles dias em que OS MIDIANITAS roubavam e assolavam o povo israelita quando estes colhiam os frutos da terra para o seu sustento, hoje NÃO É DIFERENTE, os mesmos MIDIANITAS estão roubando, assolando o povo de Deus na SUA SUSTENTAÇÃO pela SUA COLHEITA ESPIRITUAL.

Felizmente ainda há Gideões que PRUDENTEMENTE malham o seu trigo no lagar; que protegem as suas famílias do ataque feroz dos midianitas querendo roubar a sua SALVAÇÃO.


CONCLUSÃO:


Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.

1 Coríntios 6:10

Os autos da história bíblica nos põe a par o fim dos tempos; hoje os sintomas são reais e verdadeiros. Só não vê quem não os quer ver.

São tantas as inconformidades que interligam comparativamente às antigas cidades sodomitas com o mundo contemporâneo, onde a apologia, a sublimação, e o aporte massivo da mídia querendo incutir a ideologia de Sodoma, são uma realidade incontestável.

No entanto, enquanto houver homens e mulheres que defendam às famílias, principalmente as crianças desta nefasta ideologia haverá esperança.

A ideologia de gênero jamais encontra apoio naqueles que são escolhidos a dedo para estar com o Senhor Jesus Cristo; pois na TEOLOGIA DO GÊNESIS ela encontra o seu fim.